Ronaldinho Gaúcho e Atlético-MG se reencontraram na manhã desta terça-feira, em Belo Horizonte. Mas desta vez na Justiça do Trabalho. Em audiência na 30ª Vara, o jogador cobrou um pagamento do clube mineiro pelo atraso no pagamento do valor da multa rescisória com o Galo mais o atraso no pagamento do salário referente a junho de 2014.

Entretanto, não houve consenso na audiência, e um novo encontro foi marcado para 3 de novembro, na capital mineira.Segundo a petição na Vara do Trabalho, o Atlético-MG firmou acordo com o atleta para pagar o valor da multa em duas parcelas mensais, cada uma no valor de R$ 415.

082, 50. Esse valores são referentes à rescisão e ao salário do mês de junho de 2014, no valor de R$ 217.

977. Uma seria paga em 25 de agosto de 2014 e outra um mês depois.

Entretanto, segundo o documento, o pagamento só foi efetivado em julho de 2016. Se não houver acordo na nova audiência, o juiz terá 30 dias para dar a sentença sobre o caso.

 O Atlético-MG se posicionou sobre a situação, por meio da sua assessoria de comunicação. Segundo o clube, as partes divergem sobre o pagamento da multa cobrada pelo atleta.

O clube não concorda com este pagamento. O jogador estava acompanhado do irmão Assis e de seu advogado.

 Ronaldinho Gaúcho chegou ao Atlético-MG em meados de 2014 ao clube deixou a equipe na metade de 2014. Pelo Galo, atuou em 88 jogos, marcando 28 gols.

O jogador ainda conquistou a Libertadores e o Campeonato Mineiro de 2013, e a Recopa Sul-Americana de 2014.
.

Fonte: Globo Esporte