Cinco vitórias seguidas são capazes de levar a maioria dos times “do inferno ao céu”. No caso do Atlético-MG, quatro triunfos foram suficientes para mudar consideravelmente a situação do time na tabela do Campeonato Brasileiro. O Galo deixou a 10ª posição, quanto estava nove pontos atrás do líder, para o quinto lugar, a apenas um ponto do primeiro colocado.

Se vencer mais um jogo, além de entrar no G-4 e ter a chance até de terminar o turno como líder, o time alvinegro vai alcançar algo inédito na temporada: cinco vitórias consecutivas.O Coritiba ficou para trás, depois o Palmeiras, Santa Cruz e São Paulo também foram derrotados pelo Galo.

Agora, para fechar a “quina perfeita”, o Galo vai encarar a Chapecoense, no Independência, às 20h (de Brasília) desta segunda-feira, pela 19ª rodada do Brasileirão. O time mineiro é favorito na partida, até por jogar em casa, mas Fábio Santos ressalta que a equipe não pode achar que será um jogo fácil.

– A
gente tem jogadores experientes para não cair na armadilha de achar que é fácil
ganhar os jogos em casa. A gente tem conseguido pontos importantes fora de
casa e temos que fazer valer a pena esses pontos conquistando os resultados em
casa.

Mais um jogo importantíssimo, o último do primeiro turno, que pode nos
colocar em uma situação muito favorável. Temos que encarar com muita seriedade
pra conquistar os três pontos.

Neste Brasileirão, entre a nova e a décima segunda rodada, o Atlético-MG obteve quatro triunfos seguidos, jogando em Belo Horizonte. Foram três vitórias como mandante (Ponte Preta, Corinthians e Botafogo) e uma como visitante (América-MG).

Na sequência atual, o Galo derrotou Coritiba e Santa Cruz, no Independência, e Palmeiras e São Paulo, na capital paulista.Expectativa de Independência lotadoPara enfrentar a Chape, o Galo deve ter uma força extra: a das arquibancadas.

Empolgada pelos últimos resultados, a torcida alvinegra deve comparecer em excelente número ao estádio, como espera Maicosuel.- Temos que fazer
o que a gente vem fazendo.

Todo mundo sabe que vai ser difícil. Vamos lotar o Horto, nossa torcida é forte, nos apoia, é um diferencial.

Temos que usar a
força dentro de casa, porque vai ser um jogo complicado também.Mesmo sabendo que a casa cheia na segunda é quase uma certeza, Victor convoca os torcedores para a partida.

– De
qualquer forma a gente reforça. Convidar o torcedor a comparecer segunda no
independência, lotar o estádio e nos apoiar em busca de mais um vitória.

* Guilherme Frossard trabalhou sob supervisão de Marcelo Jordy
.

Fonte: Globo Esporte