Eliminados dos estaduais e já de olho na preparação para o início do Campeonato Brasileiro, Palmeiras e Cruzeiro anunciaram uma troca-troca envolvendo quatro jogadores. Robinho e Lucas vão para a Toca da Raposa, enquanto Fabrício e Fabiano chegam no alviverde. Questionados sobre quem levou a melhor neste negócio, comentaristas, no “Seleção SporTV”, acreditam que a equipe mineira sairá em vantagem com os atletas que vão chegar.

Roger Flores gostou da iniciativa de ambas equipes e afirmou que vê seu ex-time ganhando na negociação. O ex-jogador gostou da atitude do clube por, mesmo ainda não ter anunciado um treinador após a demissão de Deivid, já ter uma ideia sobre o plantel que gostaria de ter.

– É uma atitude válida. Acho que essa mexida antes dos campeonatos, fazer esse troca troca é legal.

Antes de iniciar o campeonato ficou melhor pro Cruzeiro. (.

..

) A oportunidade apareceu, provavelmente isso foi um fato criado pelo Palmeiras e tem que fazer o negócio, se o Cruzeiro se sente favorecido, com treinador ou não. Acho importante o clube ter sistema de contratação independente do técnico.

Mas não vejo muita projeção para o Cruzeiro no Brasileirão – disse.Fabrício e Fabiano deixarão o Cruzeiro e irão para o Palmeiras, que cederá Robinho e Lucas (Foto: GloboEsporte.

com)Para Erich Betting, existia uma questão envolvendo Cuca e Robinho. Segundo ele, a paciência do treinador já havia acabado com o meia, por isso incluí-lo na troca.

 – Estava claro que o Cuca testava e exigia muito do Robinho no Palmeiras e ele não considerou que o Robinho fosse ser aproveitado. O Lucas para mim talvez fosse insatisfação de ser reserva e não jogar.

Dois lances marcaram pra mim essa questão do Robinho. Contra o Corinthians, ele tentou um chute de longe, num contra-ataque.

Dois minutos depois, sai o Robinho. Contra o São Bernardo ou River Plate, ele perdeu gol e depois ele saiu também – afirmou.

> Boa ou ruim? Troca dupla do Palmeiras gera dúvidas, mas foi pedida por Cuca> Bola parada, três zagueiros, transição: o que Cuca espera ganhar com troca   Vitor Guedes vê com desconfiança a chegada de Fabrício ao Verdão. O lateral-esquerdo, que chega para ser aproveitado como meia, tem um temperamento difícil, que inclusive o fez sair do Internacional.

O jornalista admitiu que ainda deixaria Robinho no elenco do Palmeiras.- O Palmeiras tem problemas nas laterais, mas acho que não resolveu isso.

O Fabrício é um jogador temperamental, a torcida do Palmeiras não é uma das mais pacientes..

. Acho que tecnicamente é um bom jogador, fez bons jogos na Portuguesa, Internacional.

..

O Cuca também não é um mestre zen. Eu apostaria mais no Robinho – completou.

 Palmeiras volta a entrar em campo dia 14 de maio, quando encara o Atlético-PR na estreia do Brasileiro, em jogo em São Paulo. Já o Cruzeiro, dia 5 de maio, recebe o Campinense, pela Copa do Brasil, no segundo jogo da primeira fase.

A partida de ida terminou em 0 a 0.
.

Fonte: Globo Esporte