Palmeiras e Cruzeiro fecharam uma troca na última
terça-feira que envolve a chegada de Robinho e Lucas à Raposa e a ida de
Fabrício e Fabiano ao Alviverde. A negociação foi feita por empréstimo – os dois
times estão eliminados dos seus respectivos campeonatos estaduais. Na visão do
comentarista Carlos Cereto, a estratégia não foi positiva para o time paulista.

Segundo ele, a dupla palmeirense ainda pode render sob comando do técnico Cuca.
– Se eu sou Palmeiras, não faço a troca.

Acho que o Lucas
foi muito bom no ano passado, foi um dos melhores laterais-direitos do ano
passado. Está mal esse ano, sem dúvida.

Mas eu não trocaria. Jean está jogando
na lateral, mas pode voltar ao meio-de-campo.

Também não trocaria o Robinho, a
não ser que tenha havido algum problema de relacionamento (com Cuca). Ele é um
dos principais jogadores do Palmeiras.

Se eu fosse o técnico, não faria essa
troca.
Robinho (foto) e Lucas tem papel importante no Palmeiras, diz Cereto (Foto: Marcos Ribolli)Já o comentarista Jaime Jr.

destacou que o torcedor
cruzeirense ficou animado com a chegada de Lucas e Robinho na Toca da Raposa
II. Segundo ele, os dois são vistos como bons jogadores, em contraponto com
Fabiano e Fabrício, que têm estado em baixa no elenco mineiro.

– O torcedor do Cruzeiro está gostando dessa troca. O Lucas já
mostrou que tem qualidade, assim como o Robinho.

São jogadores que vão agregar.
Temos que ver como vão jogar, ver por que caíram de produção.

Em relação a Fabrício
e Fabiano, não eram unanimidade aqui. Fabricio chegou a perder a posição por
Sanchez Miño.

Fabricio acabou recuperando nessa semifinal contra o América.
Fabiano tem sido criticado por ser um jogador com dificuldade para chegar na
linha de fundo e fazer o cruzamento – disse
Lucas foi cedido ao Cruzeiro por um ano, enquanto Robinho
segue até o fim de 2017.

Fabiano fecha com o Palmeiras também até o final da
temporada, e Fabrício fica até o final do próximo ano. Tanto Cruzeiro quanto
Palmeiras foram eliminados nas semifinais do Mineiro e Paulista,
respectivamente, para América-MG e Santos.

A Raposa segue sem técnico desde que
demitiu Deivid no final de semana após o adeus no estadual.
.

Fonte: Globo Esporte