Nem foram necessários todos os 90 minutos da partida desta quarta-feira para que o Cruzeiro, que passou dias preocupado com a lanterna do Campeonato Brasileiro e avaliando o trabalho de Paulo Bento, superasse seus maiores fantasmas. A Raposa aproveitou ao máximo as chances disponibilizadas pela Ponte Preta em Campinas e, com uma goleada por 4 a 0, conseguiu a reabilitação que pode acalmar o ambiente na Toca da Raposa por alguns dias. Assista aos melhores momentos da partida no vídeo acima.

>> VEJA OS DESTAQUES PRINCIPAIS DO CONFRONTO E OS LANCES DA PARTIDAHenrique abriu o placar logo a sete minutos do primeiro tempo, ao concluir rebatida errada de Roger na área da Macaca. Arrascaeta ampliou aos 20 depois de saída equivocada da defesa adversária e passe perfeito de Mayke.

Na etapa final, o uruguaio fez mais um, em cobrança de pênalti aos nove minutos, após toque de mão de Fábio Ferreira. O placar foi fechado em outra penalidade, cobrada por Alisson, após falta de Reinaldo dentro da área.

A CLASSIFICAÇÃO E OS PRÓXIMOS JOGOS DO BRASILEIRÃOO placar elástico chama atenção pela campanha das duas equipes até o enfrentamento direto. Em casa, a Ponte tinha vitórias sobre Palmeiras, Chapecoense e Atlético-PR e apenas uma derrota, para o Flamengo.

Já o Cruzeiro vinha de três derrotas nas quatro últimas partidas. Hoje, apenas dois pontos separam as equipes na classificação.

A Macaca tem 13, e a Raposa, 11. O complemento da rodada definirá a posição de cada um.

As equipes voltam a campo no fim de semana. O Cruzeiro tem a espinhosa missão de enfrentar o Palmeiras, líder e que não perde há seis partidas.

O jogo será no sábado, às 19h, no Mineirão, em Belo Horizonte. A Ponte tenta a reabilitação no domingo, às 16h, contra o Vitória, no Barradão, em Salvador.

Ambos os jogos fazem parte da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.O jogoRoger perdeu, logo de cara, um gol frente a frente com Fábio e dentro da área do Cruzeiro.

Mal sabia o camisa 9 que esse lance faria tanta falta. E que ele contribuiria para que o placar fosse aberto, só que na outra área.

O atacante furou ao afastar bola na defesa da Ponte e permitiu a Henrique, com um chute preciso no canto direito de João Carlos, abrir a contagem. Por estar atrás no placar, a Macaca precisou sair.

Na pressa, deu o segundo gol à Raposa. Reinaldo e Clayson perderam bola pela esquerda, Mayke puxou ataque e deixou Arrascaeta livre para ampliar o placar a favor do time mineiro.

A noite ainda ficaria pior para o time da casa. Arrascaeta aproveitou cobrança de pênalti, após toque de braço de Fábio Ferreira em mais uma saída errada da Ponte, para praticamente definir o placar em Campinas.

Em nova penalidade, desta vez mais polêmica entre Willian e Reinaldo, o Cruzeiro marcou o quarto, em chute de Alisson no canto direito. O resultado colocou pressão no time da casa, que saiu vaiado pela torcida, e amenizou as críticas em cima de Paulo Bento e o elenco celeste.

.

Fonte: Globo Esporte