O Cruzeiro venceu o Boa Esporte por 3 a 2 (confira os melhores momentos no vídeo acima), em Varginha, com dois gols de Douglas Coutinho e um de Allano, contra um de Leonardo e outro de Rodrigo Mucuri. Além de confirmar a liderança da primeira fase do Campeonato Mineiro, com quase 90% dos pontos disputados, manteve a invencibilidade no torneio e rebaixou o adversário, lanterna da competição, para o Módulo II do próximo ano. O jogo não foi um primor de técnica, mas teve muita movimentação e disposição dos dois times.

Os reservas do Cruzeiro queriam mostrar serviço para o técnico Deivid, e o time de Varginha não queria cair, mas não fez sequer sua parte.LEIA MAIS>>> Confira como foi o Tempo Real da partida em Varginha >>> Veja a tabela do Campeonato MineiroO Boa Esporte agora começa a pensar na Série C do Campeonato Brasileiro.

A estreia será no dia 22 de maio, em Varginha, diante do Tombense. O Cruzeiro entra em campo no próximo final de semana, quando pega o América-MG, pela semifinal do Mineiro.

A data ainda será definida pela Federação Mineira de Futebol (FMF). Tempo de CoutinhoO Cruzeiro tomou a iniciativa do jogo, com mais posse de bola e mais presença no campo ofensivo.

O Boa Esporte, mesmo com a obrigação de vencer, pouco se arriscava no ataque, postando os 11 jogadores atrás da linha da bola. Como faltava entrosamento ao time reserva do Cruzeiro, a partida teve nível técnico baixo.

Apesar disso, foi animada e muito movimentada.O placar foi aberto num erro bizarro do zagueiro Rafael Vítor.

Com a bola dominada, ele tentou o toque para o goleiro Rodolfo, mas mandou a bola na fogueira, e Douglas Coutinho, aos 18 minutos, foi mais esperto, chegou primeiro e fez o gol. O placar negativo fez o time de Varginha se abrir mais, e a consequência disso foi o segundo gol do Cruzeiro.

Aos 26 minutos, Douglas Coutinho aproveitou boa jogada de Bruno Nazário pela direita e fez mais um.O Boa voltou para o jogo, três minutos depois.

A defesa do Cruzeiro rebateu mal uma bola cruzada na área, e Leonardo bateu, da entrada da área, para diminuir o placar. Logo na sequência, Roberto Jacaré quase empata, mas o goleiro Rafael fez boa defesa.

Depois disso, Renato e Roberto Jacaré de novo também tiveram chance de marcar, mas não conseguiram, e o primeiro tempo ficou mesmo no 2 a 1 para o Cruzeiro.Mais um gol e rebaixamento sacramentadoO bom final de primeiro tempo fez com que o Boa Esporte voltasse do intervalo mais aberto, acreditando que a virada era possível.

A entrada do atacante Sillas no lugar do volante Régis avançou o time de Varginha, que passou a incomodar mais o goleiro Fábio. O problema para o Boa Esporte foi o espaço de contra-ataque que o Cruzeiro passou a ter.

Com isso, o jogo ficou bem aberto, mantendo a animação dos 45 minutos iniciais, mas com um pouco mais de qualidade técnica.O Boa Esporte foi valente e tentou de todas as formas evitar a derrota e o rebaixamento para o Módulo II do Campeonato Mineiro.

Criou jogadas de perigo, finalizou e deu trabalho ao goleiro Rafael. Mas não conseguiu o que queria.

Pelo contrário. Foi o Cruzeiro quem marcou de novo.

Aos 33 minutos, Mayke roubou uma bola na direita e fez lindo cruzamento para Allano cabecear e fazer o terceiro gol. Foi o primeiro gol como profissional do garoto.

Aos 43 minutos, Rodrigo Mucuri descontou, com um belo chute de perna esquerda, dando números finais ao jogo. Já era tarde, porém, para evitar o desastre.

O time de Varginha, que foi rebaixado para a Série C do Brasileirão no final do ano passado, volta para a segundona mineira depois de cinco anos na elite. O Cruzeiro, com uma campanha excelente, conseguiu 29 dos 33 pontos possíveis na primeira fase e faz dois clássicos com o América-MG na semifinal, podendo empatar ambos ou vencer e perder pela mesma diferença de gols, para avançar à final.

O outro duelo será entre Atlético-MG e URT.
.

Fonte: Globo Esporte