A delegação do Cruzeiro
desembarcou no Aeroporto Internacional de Confins, na região
metropolitana de Belo Horizonte, às 15h15 (de Brasília) da tarde desta
quinta-feira, vinda de Chapecó. O volante Henrique deixou o gramado ainda no primeiro tempo da partida contra a Chapecoense, após um choque de cabeça, voltou com a delegação e aguarda um aval dos médicos para atuar no domingo, contra o Vitória, no Mineirão. No oeste catarinense, o time
perdeu para a Chapecoense por 3 a 2 e interrompeu a subida na tabela de
classificação do Campeonato Brasileiro.

Henrique foi hospitalizado, passou por exames, mas nada foi constatado. O jogador pernoitou no hospital, mas voltou com todos os companheiros.

Segundo o jogador, ele está bem, mas dependerá da reavaliação dos médicos.- Saí do jogo mais por
precaução.

Hoje está sendo assim, é o procedimento quando se leva uma
pancada na cabeça. Já me sinto melhor.

Para domingo, tudo depende dos
médicos. Eu estou sempre disposto a estar dentro de
campo.

Espero estar melhor. Se os médicos liberaram, não tem problema
nenhum.

Na chegada a Belo Horizonte, os jogadores aparentavam
cansaço pela partida pesada e viagem cansativa. A delegação fez
conexão em Campinas.

O Cruzeiro volta a jogar
domingo, às 11h (de Brasília), no Mineirão, pela 13ª rodada do
Brasileiro.
.

Fonte: Globo Esporte