Nova contratação da temporada para o Cruzeiro, Ramón Ábila, de 26 anos chega à Toca da Raposa como esperança de gols, para ser aquele “matador” que tanto a presidência desejava. Mas..

. Você investiria em um jogador aparentemente “gordinho” e com pouca pinta
de goleador? Se me dissessem se tratar de “Wanchope”, como o atacante é conhecido na Argentina, não
titubearia em dizer que sim.

Não é por menos, que ele teve uma rápida ascensão no futebol, inclusive nas cifras, nos últimos dois anos, saindo da segunda divisão argentina com o Huracán, e passou a ser cobiçado por grandes clubes. Por isso, o Cruzeiro vai desembolsar cerca de 4 milhões de dólares para tê-lo na Toca da Raposa II.

Revelado pelo Instituto de Córdoba, da Argentina, Ábila foi mero coadjuvante nos primeiros anos de carreira, sendo emprestado para outros clubes argentinos (Sarmiento e Deportivo Morón), mas sem sucesso nas passagens. Foi no Huracán que ele começou a despontar, sendo comprado, em 2013/2014, por valores quase que irrisórios para o futebol atual: R$ 800 mil aproximadamente.

Conseguiu subir para a elite do seu país, conquistou a Copa Argentina em 2014 e a Supercopa da Argentina no ano passado, além de ter levado sua equipe para duas Libertadores e para a decisão da última Sul-Americana, sempre como principal atacante do time.O investimento valeu como se pode ver, e muito, para o time argentino, que vai levar uma quantia pela negociação com o Cruzeiro, que comprou 50% dos direitos econômicos do atleta.

Os clubes ainda não revelaram os valores investidos. O que se sabe é que Ábila é avaliado em, atualmente, aproximadamente R$ 18 milhões.

MAIS SOBRE ÁBILA>>> Contratado, argentino chega no sábado a Belo Horizonte>>> Confira “pinturas” e outros lances de Ábila no futebol argentinoÁbila chegou a ser objeto de desejo de Atlético-MG e Internacional ainda nesta temporada, mas, ultimamente, estava era na mira do Boca Juniors. O jogador chegou a conversar com o clube argentino, mas as negociações esfriaram nas últimas semanas.

O Cruz Azul, do México, também estava interessado, mas não teve tanta velocidade como o Cruzeiro para acertar a contratação.Junto com Marco Rubén, do Rosario Central, e Carlos Tevez, do Boca Juniors, Ramón Ábila era um dos principais atacantes do futebol argentino nos últimos anos, sendo inclusive artilheiro da equipe nos últimos Campeonatos Argentinos.

Na última edição, fez 11 gols, sendo o vice-artilheiro, perdendo apenas José Sand, do Lanús, campeão atual do país vizinho. Na anterior, marcou nove.

Na Libertadores deste ano, ele fez cinco. Na do ano passado, quatro e cinco na Sul-Americana de 2015, na competição em que foi vice-campeão.

Requisitos que fazem com que o argentino chegue ao futebol brasileiro como uma das principais contratações internacionais da temporada. A esperança da torcida cruzeirense é que ele repita as boas atuações pelo Huracán, pelo qual fez o Cruzeiro de vítima no ano passado, pela Libertadores, com dois gols na fase de grupos.

CaracterísticasA fisionomia do argentino engana. Com 1,75 e aproximadamente 80 kg, Ábila sabe utilizar, e bem, a força física que tem.

Com ela, protege bem a bola e ganha divididas com zagueiros na grande área. Nela, inclusive, tem bom posicionamento e aproveita muito disso para marcar seus gols.

Mesmo sendo um atacante de força, o argentino tem boa qualidade no drible curto e dá trabalho para seus marcadores. A esperança do torcedor é que todo esse currículo de Ábila seja mantido em terras brasileiras.

A expectativa é que o jogador acompanhe a partida contra o Palmeiras, sábado, no Mineirão, às 19h (de Brasília), pelo Brasileiro. Com contrato de quatro anos, ele terá de ser regularizado antes na CBF para começar a atuar pela Raposa, que não encerrou suas investidas no mercado.

 
.

Fonte: Globo Esporte