Nesta segunda-feira, veio à tona um novo capítulo na história do zagueiro
Dedé. Após lesionar o joelho direito, no fim de 2014, o jogador só voltou a atuar nó início deste ano. No entanto, ele voltou a acusar o problema em março, desta vez uma fratura por stress no mesmo joelho.

Agora, quando parecia estar próximo do retorno ao gramados, Dedé sofre um novo revés. O defensor será obrigado a passar por nova cirurgia e só deve voltar aos campos em 2017.

 LEIA TAMBÉM:>> Contra o Inter, Mano avisa: “Vamos fazer o torcedor sentir orgulho”O
tratamento não será no Brasil. Para resolver de uma vez por todas a lesão do jogador, Dedé será operado nos Estados Unidos por um dos
principais especialistas em joelho do mundo: Robert LaPrade, que
tratou atletas como Lewis Hamilton, Kobe Bryant e David Beckham.

Os médicos do
Cruzeiro vão acompanhar todo o processo e viajarão com o atleta. Lá, ele
vai apenas realizar o processo cirúrgico – o terceiro no tratamento da
mesma lesão.

A recuperação após a cirurgia será na Toca da Raposa,
normalmente.Dedé tem contrato com o Cruzeiro até abril de 2017.

Muito emocionado, o zagueiro teve
dificuldades de comentar a nova cirurgia, mas disse que confia
completamente na equipe médica do clube (confira no vídeo acima).- É um
momento muito difícil.

Falar disso é muito complicado. É um segundo ano
perdido pra mim por causa desta lesão.

Tentamos de tudo (para voltar),
mas eu sentia muita dor. Tentei até fazer em cima da dor, mas não
conseguimos.

Estava sofrendo muito por causa dessa situação, então foi
até bom (a definição da cirurgia), porque eu estava fazendo de tudo e
sentindo muita dor. Minha cabeça estava mais pesada quando eu não sabia o
que era.

Hoje estou um pouco mais tranquilo. O departamento médico e de
fisioterapia querem o meu bem.

Confio muito neles. Na minha cabeça só
passa eu fazendo a cirurgia e ficando bem de novo.

Agora é pedir a Deus
que dê tudo certo nessa nova cirurgia.Dedé
disse que não vai abandonar o clube e que ainda vai lutar para
conquistar títulos com a camisa do Cruzeiro.

Além disso, ele
continua sonhando alto e citou até a volta para a seleção brasileira. –
Queria muito estar nesse momento, dentro de campo, ajudando meus
companheiros e o clube.

Meus objetivos e sonhos não vão mudar, vou
continuar atrás deles. Peço aos torcedores para que o pensamento
continue positivo, para a reabilitação ser boa.

Não vou abandonar o
barco, não vou abandonar a torcida e nem me esconder. Se isso aconteceu,
é porque estava escrito.

Eu tenho a capacidade de superar. Enquanto eu
tiver jogando no Cruzeiro, quero buscar títulos.

Ainda sonho com
Seleção, quero disputar uma Copa do Mundo.Segundo
o departamento médico do clube, a recuperação do zagueiro deve ser
concluída no fim deste ano.

Para garantir que não tenha um novo
problema, ele só deve voltar a jogar apenas em 2017.*Guilherme Frossard trabalhou sob supervisão de Marcelo Jordy
.

Fonte: Globo Esporte