Na véspera da estreia no Campeonato Brasileiro, o técnico interino Geraldo Delamore mostrou estar ciente das dificuldades que o Cruzeiro vai encontrar neste sábado contra o Coritiba, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, às 21h (de Brasília). Assim, Delamore fez uma análise da competição, disputada em pontos corridos, e falou da importância de estrear bem no Brasileirão. No treino desta sexta-feira, realizado no CT do Caju, do Atlético-PR, ele esboçou o time e poupou Rafael Silva da atividade, por conta de dores nas costas.

– São 38 rodadas, jogos pesados. Esse de amanhã é um jogo de
muito peso.

O Coritiba sempre foi muito competitivo. A importância de você
começar bem o Campeonato Brasileiro é que ao longo da competição você consegue
planejar melhor, na medida em que você consegue adquirir uma pequena gordura,
nessa fase inicial de competição.

Claro que, por se tratar de um campeonato tão
competitivo, não se descarta a possibilidade de, eventualmente, você ter que
fazer uma corrida de recuperação dentro da competição. Agora, a possibilidade de
você sair bem, largar bem e abrir uma margem de pontos que te possibilite
administrar, é sempre positivo.

Para o primeiro jogo do time na principal competição nacional, Geraldo Delamore vai repetir os 11 titulares do time que venceu o Londrina, por 2 a 0, na terça-feira, no Estádio do Café, em Londrina, pela segunda fase da Copa do Brasil, e que obteve um placar que eliminou a necessidade do jogo de volta, no Mineirão. desta forma, o Cruzeiro vai atuar com Fábio; Lucas, Léo, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Henrique e Romero; Pisano, Elber, Allano e Willian.

LEIA MAIS>> Uruguai divulga lista da Copa América com Martín Silva e sem De Arrascaeta>> No papel: lateral Bryan assina contrato de três temporadas com o Cruzeiro>> Diretor: salário de Bento no padrão do Cruzeiro: “Não é super investimento”- Eu acredito, acima de tudo, em entrosamento, em você repetir
jogadores em suas posições de origem, em você coordenar os setores da equipe na
medida em que o time vai se repetindo. Não sou a favor do rodízio pelo rodízio
de jogadores, eventualmente, em uma necessidade pelo ponto de vista físico ou
médico, aí você pode poupar um ou outro jogador.

Não diria nem poupar, é uma
necessidade que, muitas vezes, pela sobrecarga de jogos, você pode vir a ter. O
que eu acho que não é o caso agora.

Estamos indo para nosso 20º ou 21º jogo da
temporada, e a equipe teve um bom comportamento contra o Londrina, uma boa
intensidade. O que a gente busca é repetir padrão, primeiro e segundo tempos
com a mesma intensidade, com a mesma qualidade técnica.

Venho mencionando que o
afinamento técnico está começando a aflorar mais em campo, a aparecer mais no
jogo, na medida em que você tem o grupo mais entrosado. E a nossa expectativa é
esta.

Sobre o adversário, especificamente, o comandante interino minimizou os problemas médicos que o Coritiba tem para a partida, e ressaltou a força do elenco do time paranaense, que perdeu o título estadual para o rival, Atlético-PR, no último fim de semana.- O adversário em si é muito forte.

Eu vi os jogos do Coritiba
na final, o jogo em casa, que ele perdeu por 2 a 0, ele podia perfeitamente ter
saído na frente. O Leandro errou um gol que poderia ter modificado o
transcorrer da partida.

Me preocupa como um todo. Problemas no departamento
médico eles têm, assim como nós temos, então, não é uma exclusividade do
Coritiba.

Por se tratar de um clube grande, tem um plantel que possibilita
reposição. É um adversário forte.

 Ele (Paulo bento) está vindo para o Cruzeiro, um grande clube da América do Sul e do
futebol mundial, que tem uma equipe de trabalho extremamente qualificada,
departamento de fisiologia, médico..

. Essa equipe vai estar esperando por ele
para poder contribuir da melhor maneira possível, para que ele consiga
implementar as suas ideias, como ele falou, e que ele consiga encontrar um
caminho vitorioso no Cruzeiro.

Por fim, perguntado sobre a contratação do português Paulo Bento, Delamore lembrou do contato que teve com o ex-técnico da seleção portuguesa, durante um congresso na cidade de Maia, em Portugal, e vê como positivo esse intercâmbio de profissionais do futebol entre países.- Acredito sempre nessa possibilidade de intercâmbio cultural
e técnico.

Acho que pode acrescentar muito ao futebol mineiro, em particular, e
ao futebol brasileiro. A gente tem visto vários treinadores saindo do Brasil para
buscar esse nível de intercâmbio fora.

Eu, particularmente, venho fazendo isso
desde 2004, quando era preparador físico, tive a oportunidade de visitar o
Feyenoord, da Holanda, que ainda era treinador pelo Ruud Gullit. Depois fui
várias vezes à Europa, visitar o André Villas-Boas, do Tottenham, o Arsene
Wenger, do Arsenal, o CT do Milan e o Massimiliano Allegri, e, curiosamente,
nessas idas e vindas, fiz um curso internacional da licença da Federação Inglesa.

Em 2014, acompanhei o congresso da Associação Nacional de Treinadores de
Futebol, que é o órgão que regula a qualificação e regulamenta a profissão de
treinador de futebol em Portugal. O congresso foi na cidade de Maia, perto da
cidade do Porto.

Nos vários painéis que foram apresentados, a gente teve o
Jesualdo Ferreira, um treinador histórico do futebol português, o Fernando
Santos, que hoje é o treinador da seleção portuguesa e que treinou a seleção da
Grécia na Copa do Mundo no Brasil, o Joan Vilà Bosch, coordenador de
metodologia do Barcelona, e teve o Paulo Bento, que na época era o treinador da
seleção portuguesa. Teve uma frase do Paulo Bento que me marcou muito.

Ele
colocou que “o treinador é um defensor de ideias, é aquele que aponta o caminho”.
E ele está vindo para o Cruzeiro, um grande clube da América do Sul e do
futebol mundial, que tem uma equipe de trabalho extremamente qualificada,
departamento de fisiologia, médico.

..

Essa equipe vai estar esperando por ele
para poder contribuir da melhor maneira possível, para que ele consiga
implementar as suas ideias, como ele falou, e que ele consiga encontrar um
caminho vitorioso no Cruzeiro. Vamos recebê-lo de braços abertos e vamos lhe
dar todo o suporte para que ele faça o Cruzeiro um time vitorioso neste ano.

.

Fonte: Globo Esporte