O técnico interino do Cruzeiro, Geraldo Delamore, chamou a responsabilidade para si da lesão do meia Robinho. Segundo ele, o processo de trabalho do novo jogador cruzeirense foi acelerado, e a consequência foi um edema na coxa direita que o tirou do jogo contra o Campinense, na última quinta-feira, e também contra o Londrina, nesta terça – ambos pela Copa do Brasil. Robinho pode voltar ao time contra o Coritiba, na estreia do Campeonato Brasileiro, no sábado.

– Penso que a gente não pode colocar jogador de futebol
em redoma. Ele tem que exercer a profissão dele.

Nós tivemos um incidente com o Robinho na chegada dele, de única e exclusiva
responsabilidade minha, até por entender que o jogador vai acrescentar muito ao nosso grupo. Eu acelerei o processo de trabalho dele, então a responsabilidade é minha.

A questão do
Arrascaeta e Rafael Silva são questões traumáticas, da partida. que não tem como controlar.

Difícil controlar a situação que o que aconteceu com o Arrascaeta na partida – revelou o treinador interino do Cruzeiro.Eu penso que a gente não pode colocar jogador de futebol
em redoma.

Ele tem que exercer a profissão dele. Nós tivemos um
incidente com o Robinho na chegada dele, de única e exclusiva
responsabilidade minha, até por entender que o jogador vai acrescentar
muito ao nosso grupo.

Eu acelerei o processo de trabalho dele, então a
responsabilidade é minhaDesfalquesAlém de Robinho, Arrascaeta e Rafael Silva, Delamore não poderá contar com o meia Alisson. Ele também teve um edema na coxa direita – é outro que deverá voltar contra o Coritiba.

Alisson, inclusive, fez trabalho em campo nesta segunda-feira. Apesar dos desfalques, o treinador interino confia no grupo que tem em mãos.

– São jogadores que têm condição
de realizar um bom trabalho. É sempre mais difícil para um atleta entrar na equipe que está em processo de construção.

Se a equipe tivesse azeitada, rodado bem e com vários jogos nas
costas, para quem chega e entra seria mais fácil. Mas são adversidades que não só no Cruzeiro, outros times também passam por isso.

Então, faz parte do calendário: a gente abraça e segue
em frente.Para o jogo contra o Londrina, nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), pela Copa do Brasil, no estádio do Café, o treinador vai mandar a campo a equipe com apenas duas mudanças em relação ao time que venceu o Campinense por 3 a 2 na última quinta, também pela Copa do Brasil.

Pisano joga na vaga de Arrascaeta, e Léo volta de suspensão e ocupa a vaga de Bruno Viana.Sobre o Londrina, Delamore chamou a atenção em relação à velocidade do time paranaense e com a bola alta.

–  Vi alguns jogos, o Londrina tem jogadores de velocidade,
competitivos. Vai ter um jogo mais de contato físico, possibilidade de jogo
aéreo mais frequente.

Com pouco espaço que tem, mas acredito que a gente vai ter
possibilidade de fazer bom trabalho.
.

Fonte: Globo Esporte