As Dicas Econômicas do Cartola estão de volta para ajudar os cartoleiros que não têm muita familiaridade com o jogo a montar equipes competitivas a baixo custo com base em dados estatísticos. O objetivo é ganhar cartoletas arriscando pouco para minimizar um dos grandes riscos do fantasy game: apostar alto, perder cartoletas e acabar ficando sem cacife para as rodadas seguintes. A equipe sugerida para a rodada #1 custa C$ 76.

O mercado fecha às 14h do sábado. Não perca tempo e monte o seu time! Mas é fundamental o acompanhamento do Plantão para saber se algo muda nos clubes ou se algum jogador perde a condição de titular.

De toda a primeira rodada do Brasileirão, o Cruzeiro é o único visitante que tem vantagem sobre o mandante no retrospecto histórico. No caso, o mandante é o Coritiba, que neste ano tem um aproveitamento dos pontos disputados como mandante de 85%.

O desempenho do Cruzeiro como visitante neste ano é considerável: 71%, o melhor aproveitamento no ano entre todos os visitantes desta rodada. A expectativa é de jogo muito difícil.

Entre os visitantes da rodada, o Cruzeiro também é o que tem o melhor desempenho defensivo (média de 0,75 gol sofrido por jogo fora de casa), mas vai enfrentar um ataque muito produtivo (média de 3,0 gols por jogo como mandante). Para apresentar os jogadores com melhor desempenho ofensivo no ano, preparamos este ranking que compara os atletas pelo número de minutos necessários para participar de um gol.

Nos demais confrontos, os números indicam um favoritismo para América-MG, Botafogo, Corinthians, Flamengo e Internacional. O Atlético-MG é forte favorito contra o Santos, principalmente pelo retrospecto histórico, que aponta 20 vitórias dos mineiros contra seis do Santos quando o mando é do Atlético.

Só que o Galo está em uma dura disputa com o São Paulo para chegar às semifinais da Libertadores e é de se esperar que vá poupar os principais atletas.América-MGRecebe o Fluminense, e a equipe Carioca nunca conseguiu vencer os mineiros na história dos Brasileirões.

Em oito jogos desde 1972, foram quatro vitórias do América-MG e quatro empates com oito gols do América-MG e dois do Fluminense. Neste ano, como visitante, o Flu tem aproveitamento de 64% dos pontos disputados.

O América-MG tem um fantástico aproveitamento de 93% dos pontos disputados como mandante por Copa do Brasil, Mineiro e Primeira Liga. Em nove jogos, venceu oito (incluindo Atlético-MG e Cruzeiro) e empatou um (Atlético-MG).

O meia Osman (C$ 9) é um dos destaques da equipe, tendo quatro gols e uma assistência quando mandante, participação em um gol a cada 162 minutos. A defesa vem sendo um problema para o Fluminense neste ano, mas o ataque tem média de 2,0 gols por jogo.

É um risco apostar em defensores do América-MG, mas o goleiro João Ricardo (C$ 5) é uma alternativa de baixo custo.BotafogoHistoricamente, quando mandante o Botafogo tem uma vantagem considerável sobre o São Paulo, com 15 vitórias, sete empates e cinco vitórias do São Paulo em 27 jogos.

Neste ano, o Botafogo tem aproveitamento de 85% dos pontos disputados em casa, e o São Paulo, de 21% quando visitante. Ainda tem a agravante de o Tricolor paulista estar focado na Libertadores.

Até do treino o São Paulo poupou atletas antes do primeiro jogo contra o Atlético-MG. Rodrigo Lindoso (R$ 11) é boa opção.

O lateral Luis Ricardo (C$ 5) é outra a ser considerada pois já deu três assistências para gol na temporada. O técnico Ricardo Gomes (C$ 5) também deve ser considerado devido à vantagem botafoguense nos retrospectos.

CorinthiansTem a ótima marca de 90% de aproveitamento no ano quando mandante. Foram 12 vitórias e dois empates.

Recebe o Grêmio, que em 2016 está com aproveitamento de 56% quando visitante. No retrospecto histórico, com mando paulista foram 16 vitórias do Corinthians, sete empates e sete vitórias do Grêmio em 30 jogos.

Giovanni Augusto (C$ 5) é uma opção tentadora, ainda que seus números em casa sejam modestos pelo Corinthians quando mandante: jogou 706 minutos (o correspondente a oito jogos completos, aproximadamente), marcou um gol e não deu assistência neste ano. No geral, marcou três gols em 1.

409 minutos em campo. O meia Rodriguinho (C$ 7), jogou em casa praticamente o mesmo tempo (696 minutos) e também fez um gol, mas ainda conseguiu duas assistências.

No geral, Rodriguinho jogou praticamente o mesmo número de minutos (1.402) que Giovanni Augusto, mas marcou três gols e deu três assistências.

Os números apontam para Rodriguinho em caso de dúvida entre os dois. O lateral Uendel (R$ 8) é uma opção, com um gol e duas assistências no ano, mas só uma assistência quando mandante.

 FlamengoO retrospecto histórico é amplamente favorável ao Flamengo quando tem o mando frente o Sport: foram 11 vitórias dos cariocas, quatro empates e apenas três vitórias do clube pernambucano em 18 jogos. O Fla tem 67% de aproveitamento dos pontos disputados neste ano quando mandante, e o Sport, 31% de aproveitamento quando visitante.

A vantagem do Flamengo nos números é inquestionável, e é tentador escalar o atacante Marcelo Cirino (C$ 5). Não apenas pelo baixo custo: em 2016, Cirino já participou de 12 gols do Flamengo, marcando nove e dando três assistências.

Seis desses gols foram marcados quando mandante, um a cada 145 minutos, uma das melhores marcas entre todos os atletas que já atuaram por um clube da Série A neste ano. O lateral Rodinei (C$ 5) tem de ser levado em consideração menos pelo que já fez neste ano (uma assistência em 920 minutos) e mais pelo que fez pela Ponte Preta no ano passado, quando brilhou muito.

Mas ainda não mostrou a mesma eficiência pelo Fla.InternacionalLateral por lateral, considere os dois do Internacional: Artur (C$ 5) tem um gol e três assistências como mandante e participação em um gol a cada 298 minutos.

William (C$ 9) conseguiu em casa quatro assistências, participação em um gol a cada 236 minutos. O Inter recebe a Chapecoense, que na história dos Brasileirões ainda não conseguiu vencer como visitante o clube gaúcho: foram duas vitórias do Colorado e um empate.

Neste ano, o Inter tem 75% de aproveitamento dos pontos disputados em casa, e a Chape em 70% como visitante. Difícil deixar de fora o atacante Eduardo Sasha (C$ 5), que em casa tem participação em um gol a cada 160 minutos (seis gols e duas assistências).

O zagueiro Ernando (C$ 7) ainda não sabe o que é perder pelo Inter neste ano: com ele em campo foram cinco empates e sete vitórias por Gauchão (campeão) e Primeira Liga (eliminado nos pênaltis). Ponte PretaEnfrenta o Figueirense como visitante.

Na história dos Brasileirões, foram três vitórias do Figueirense, dois empates e uma vitória da Ponte em seis jogos. O aproveitamento do Figueira como mandante em 2016 está em 57%.

O da Ponte como visitante está em 58%. Jogo duro.

Pesa a favor da Ponte o fato de o ataque do Figueirense ser neste ano o de menor média de gols marcados por jogo (1,30) entre todos os mandantes da estreia. A defesa da Ponte Preta tem um desempenho intermediário na média de gols sofridos por jogo (1,13).

O goleiro da Ponte, João Carlos (C$ 4) é teoricamente uma aposta de menor risco do que o do América-MG, ainda que tenha de confirmar em campo. No ataque, Wellington Paulista (C$ 12) tem um desempenho geral melhor do que Felipe Azevedo (C$ 10), com participação em oito gols contra seis.

Só que com a Ponte como visitante, foi Felipe Azevedo quem apareceu mais (quatro gols e uma assistência contra dois gols). Fora de casa, Felipe Azevedo participou diretamente de um gol a cada 150 minutos.

Veja como ficou a Equipe Econômica do Cartola para a rodada #1:
.

Fonte: Globo Esporte