O Cruzeiro, mais uma vez, se mostrou insatisfeito com a arbitragem. O vice-presidente de futebol do clube, Bruno Vicintin, lamentou o gol anulado de Bruno Rodrigo, no primeiro tempo contra o América-MG (reveja no vídeo acima). Fato é que o lance não foi validado, os times empataram sem gols no Mineirão e, como o Coelho havia vencido a primeira partida por 2 a 0, a Raposa foi eliminada do Campeonato Mineiro e está de fora da decisão pelo segundo ano consecutivo.

O dirigente já havia feito uma reclamação após a partida contra o Tricordiano, na primeira fase. Durante a entrevista coletiva que marcou a despedida de Deivid do Cruzeiro, Vicintin evitou ao máximo falar de arbitragem, mas após explanar sobre a reconstrução financeira do clube, desabafou.

Reforçou que, segundo ele, o clube foi prejudicado pelo segundo ano consecutivo na semifinal do Mineiro. – É difícil explicar.

No futebol,
às vezes um detalhe muda tudo. Ontem (domingo), se o gol legítimo fosse marcado, era
outro jogo e, infelizmente, não foi (marcado).

Fomos eliminados por erros de arbitragem
pelo segundo ano seguido, mas assumo a responsabilidade pelos erros. Mas reafirmo
que fomos prejudicados pelo segundo ano seguido.

Na última temporada, o Cruzeiro foi eliminado pelo Atlético-MG na semifinal. Na ocasião, a Raposa empatou o primeiro jogo no Independência e perdeu o segundo no Mineirão.

Na época, por parte dos cruzeirenses, houve muita reclamação sobre chute de Edcarlos no então atacante do Cruzeiro, Leandro Damião. 
.

Fonte: Globo Esporte