Se existe uma posição incontestável na escalação do Cruzeiro é a do goleiro Fábio: maior ídolo da torcida, jogador que mais vestiu a camisa do clube, com 701 jogos, capitão e grande líder do elenco. No entanto, eventualmente, o goleiro precisa se ausentar, por contusão ou suspensão, fato que não é muito comum. O substituto imediato sempre foi o jovem Rafael, que foi revelado nas categorias de base da Raposa.

Mas ele sofreu uma lesão no aquecimento da partida contra o Fluminense e deve desfalcar o time por mais de um mês. Após a lesão do reserva imediato de Fábio, Elisson, que estava emprestado ao Coritiba, recebeu uma ligação do diretor de futebol do Cruzeiro, Thiago Scuro, para retornar ao elenco celeste.

O goleiro viu com bons olhos o retorno e torce pela recuperação do companheiro de posição. – Estou retornando a um clube que amo muito, fui criado aqui dentro.

Espero
que o Rafael volte o quanto antes. Fiz alguns bons jogos no Coritiba.

Espero
ajudar caso tenha chance. Quando recebi telefonema do Thiago (Scuro) fiquei feliz demais em
voltar ao clube.

Estar preparando como foi o que aconteceu no Coritiba. Espero
que a oportunidade possa chegar e retribuir da melhor maneira possível.

Saí do Coritiba numa situação não muito agradável e cheguei ao Cruzeiro
feliz. Espero sair dessa situação o quanto antesElisson, que já viu grandes glórias do clube, como o bicampeonato brasileiro, lamenta a situação atual do time, na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

O goleiro explicou que a situação no Coxa também não era das melhores e disse que espera ajudar para dar forças à Raposa para reagir. – Saí do Coritiba numa situação não muito agradável e cheguei ao Cruzeiro
feliz.

Espero sair dessa situação o quanto antes. Pelo elenco que tem não é para estar na zona de rebaixamento.

Vamos
lutar para sair dessa situação o quanto antes.Elisson, de 29 anos, atuou em 10 jogos pelo Coritiba.

Foi titular em todos eles e sofreu sete gols. Ele começou a carreira no Cruzeiro.

Passou por Guarani, Cabofriense, Itaúna, Uberaba, Rio Branco, Nacional, Villa Nova e Rio Verde. Em junho de 2013, voltou a vestir a camisa cruzeirense e participou da conquista do Bicampeonato Brasileiro (2013 e 2014) e do título do Mineiro, em 2014.

.

Fonte: Globo Esporte