Campeão de três edições dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro (2003, 2013 e 2014), o Cruzeiro convive com seu pior momento no atual formato da competição nacional. Em 18º lugar com 20 pontos, o time, com o empate por 2 a 2 com o Coritiba, no último domingo, no Independência, soma 12 rodadas na zona do rebaixamento, ao longo do Brasileirão 2016. O número é superior ao acumulado de todas as outras edições.

+ Cruzeiro vai sentir falta de Fábio, mas tem como superar ausência do capitão Lutando desde o começo da competição na parte debaixo da tabela, o time de Mano Menezes, que só chegou à equipe na reta final do turno, superou as 11 rodadas que esteve na zona do rebaixamento entre 2003, início da era dos pontos corridos, e 2015. No primeiro turno, foram 11 rodadas de 19 ficando entre os quatro últimos colocados.

+ Confira a tabela do Brasileirão 2016A primeira vez que a equipe mineira foi à zona do rebaixamento foi em 2007, na terceira e quinta rodadas. Dois anos depois, na 12ª rodada, o time voltou ao Z-4.

Em 2011, foram quatro rodadas entre os quatro últimos colocados: terceira, quarta, quinta e 33ª. No ano passado, quando também lutou contra o rebaixamento em parte da competição, a equipe ficou mal colocada nos três primeiros jogos do campeonato, quando disputava simultaneamente a Libertadores.

Nas edições de 2003, 2004, 2005, 2006, 2008, 2010, 2013 e 2014 do Brasileiro, o Cruzeiro não passou pelo Z-4. A equipe foi campeã da competição em 2003, além de ter levado o bicampeonato em 2013 e 2014.

 O time de Mano Menezes começa o returno, brigando para sair da zona do rebaixamento. Há cinco rodadas, a equipe não consegue deixar os últimos quatro lugares.

No próximo domingo, o Cruzeiro visita o Figueirense, às 18h30 (de Brasília), no Orlando Scarpelli. Primeiro time do Z-4, em 17º lugar, adversário catarinense tem um jogo a menos e um ponto a mais que a Raposa.

Uma vitória em Santa Catarina, aliada a tropeços de Vitória, Internacional ou Coritiba, pode representar a saída do time celeste do incômodo grupo.
.

Fonte: Globo Esporte