O goleiro Fábio vai alcançar uma marca importante na partida deste domingo, às 16h (de Brasília), contra o Fluminense, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio de Edson Passos, em Mesquita, no Rio de Janeiro. O capitão celeste, que já é o jogador que mais vestiu a camisa estrelada na história do clube, se mostrou feliz em alcançar a marca, mas garantiu que trocaria qualquer comemoração histórica por uma sequência de vitórias e uns pontos para aliviar a situação ruim na tabela de classificação da competição nacional. – Eu fico feliz pela marca, mas trocaria uns 100 jogos por uns 10 pontos fácil (risos) – brincou o goleiro do Cruzeiro.

 A Raposa está na 15ª colocação do Brasileirão, com 15 pontos, brigando para se afastar da zona de rebaixamento. Fábio não escondeu a felicidade de chegar na marca história, mas disse que prefere o Cruzeiro melhorando na temporada.

– O que eu quero é o bem do Cruzeiro, esse é o maior pensamento no momento ao longo deste 700 jogos que eu disputei. Agradeço a Deus por todos os ensinamentos que tive ao longo desse período.

Meu pensamento é estar motivado como se fosse o primeiro jogo, para render o máximo, passar para os companheiros, aproveitar a oportunidade e se empenhar ao máximo. Zé Carlos, meia que defendeu o Cruzeiro entre 1965 e 1978, era o recordista de partidas jogadas pelo clube, 633.

A marca foi igualada por Fábio no clássico com o Atlético-MG, e depois batida no jogo contra o Vasco, em junho do último ano.
.

Fonte: Globo Esporte