Alguns dizem que os clássicos são as partidas que separam os
meninos dos homens. Em uma partida como um Cruzeiro e Atlético-MG, um herói pode se converter em vilão ou o contrário, em questão de minutos. Neste domingo, os maiores rivais de Minas se enfrentam no Independência, às 16h (de Brasília), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, no Independência.

Enquanto o time celeste tem jogadores experientes no dérbi, como Henrique e Fábio, que completa seu 50º clássico, tem também jogadores que vão fazer sua estreia no confronto, pela primeira vez. É o caso de Lucas, Bruno Viana, Bryan, Robinho e Riascos.

 O treinador Paulo Bento ainda não confirmou a escalação do Cruzeiro que enfrenta o Atlético-MG, mas existe a possibilidade do comandante manter praticamente todo o time que jogou contra o São Paulo, com a entrada de Riascos no lugar de Willian. Mas há dúvida na escalação de Robinho.

Para o colombiano, o clássico também pode ter um
gosto especial.  O atacante nunca disputou o jogo, mas quando esteve no
Vasco, participou dos confrontos contra Flamengo, Botafogo e Fluminense.

 LEIA MAIS>>> Paulo Bento ganha quatro opções para o clássico de domingo>>> Torcedores de Cruzeiro e Fluminense “disputam” Sóbis em rede socialProvavelmente para todos os estreantes, Bruno Viana é o jogador que vê o clássico com o sabor mais especial. O zagueiro, de 21 anos, tem 11 jogos com a camisa celeste e tem sido prestigiado pelo treinador Paulo Bento, que bancou o jovem como titular, dizendo que ele tem o direito de errar.

O jogador não esconde a ansiedade de disputar seu primeiro clássico, mas acredita que um vitória no Horto pode mudar o clima na Toca da Raposa. Possíveis estreantes no clássicoLucasBruno VianaBryanRobinhoRiascos- Se for escalado, será meu
primeiro clássico e, se Deus quiser, vai marcar nossa volta por cima.

 Clássico dá uma motivação a mais,
todo mundo se dedica um pouco mais, entra mais ligado para trabalhar. Assim, a
tendência é que as falhas que vêm acontecendo não se repitam.

O peso da estreia é diferente para os outros estreantes. O lateral Bryan jogou durante muito tempo no América-MG e disputou muitos clássicos diante do Atlético-MG e contra o próprio Cruzeiro, fazendo bonitos gols, inclusive.

Lucas e Robinho eram jogadores de Palmeiras e, apesar de serem novatos no clássico mineiro, tem experiência na carreira e já enfrentaram muitos jogos deste tipo. O goleiro Fábio é quem mais atuou com a camisa do Cruzeiro, nesta longa história: 49 clássicos.

No último, o capitão brilhou com grandes defesas (relembre uma defesa no vídeo acima), e a Raposa saiu vitoriosa no jogo que marcou a primeira fase do Campeonato Mineiro. Fábio comemora a possibilidade de fazer seu clássico número 50, principalmente com a chance de reerguer o Cruzeiro na competição nacional.

 – Sempre bom jogar grandes
jogos e, principalmente, ter a oportunidade de alcançar mais este número. É favorável
para qualquer atleta.

Fico muito feliz e ciente que tenho responsabilidade nessa
partida. Precisamos conseguir render o suficiente dentro de campo para conseguir
uma vitória.

Mas é gratificante alcançar esse número.O Cruzeiro tenta fazer do bom retrospecto recente no clássico, atuando no Independência, como arma.

A equipe não perde há três partidas lá (duas vitórias e um empate) e tentará sair da zona do rebaixamento do Brasileiro, onde ocupa atualmente a 18ª colocação com cinco pontos, com mais um bom resultado na casa do rival.
.

Fonte: Globo Esporte