O Cruzeiro vai usar um time reserva na partida do próximo domingo, às 16h (de Brasília), contra o Boa Esporte, em Varginha. Já classificado para a próxima fase do Campeonato Mineiro e com a liderança assegurada, o jogo pouco vale para a Raposa. O que justifica a opção de Deivid.

Mas, se os três pontos não são fundamentais para o time, a chance de participar da partida e mostrar serviço para o técnico vale muito para alguns jogadores cruzeirenses. Caso de Federico Gino.

O volante brasileiro naturalizado uruguaio só foi titular uma vez, diante do Atlético-PR, na vitória por 2 a 1, pela Primeira Liga (reveja os gols no vídeo abaixo). Mas tem ganhado a confiança da comissão técnica, tanto que entrou no clássico com o Atlético-MG e no último domingo, diante do Guarani-MG.

O Cruzeiro venceu as duas partidas, por 1 a 0 e 2 a 0, respectivamente. Para Gino, a chance vale muito.

– Um jogo que temos de aproveitar. Para os jogadores que não têm
muitos minutos, estes jogos são importantes.

Estamos fazendo todo possível para
jogar. O Deivid falou que o time que vai jogar vai ser o que está treinando à
parte.

Cada um tem de tratar de dar o máximo para vencer cada
partida. Vamos ter a oportunidade.

Não acontece sempre. Temos de
entrar com tudo.

 

Gino conta que está se adaptando rapidamente ao Cruzeiro e aos novos companheiros. Segundo o volante, a hospitalidade do elenco foi muito boa não só para ele, mas também para os argentinos do clube.

– A adaptação está muito bem. O elenco foi demais comigo e
com os outros gringos, nos tratam muito bem.

Isso ajuda na adaptação. O
Deivid fala para fazer o que sabemos, que não tem muita
pressão.

Amigo por pertoA amizade com o meia Arrascaeta, que vem desde os tempos em que jogavam juntos nas categorias de base do Defensor, do Uruguai, é outro facilitador para Gino. Arrasca, como costuma chamar Gino, tem mostrado ao amigo um pouco de Belo Horizonte – o meia chegou ao Cruzeiro em janeiro do ano passado.

– Desde quando eu cheguei, passamos todos os dias juntos. Ele me levou para conhecer Belo Horizonte, fomos a vários lugares.

Ele conhece muito aqui. Amigos como somos, é importante.

Fomos ao zoológico, conhecer a Igreja da Pampulha, fizemos muitas
coisas juntos.
.

Fonte: Globo Esporte