Lucas deixou o pressionado Palmeiras, que foi eliminado nas semifinais do Campeonato Paulista e na primeira fase da Libertadores, para desembarcar no também pressionado Cruzeiro, que caiu antes da final do estadual e já demitiu o técnico Deivid, questionado pelo futebol então apresentado pela equipe. A situação vai se tornando “normal” para o jogador na temporada, já que foram poucos os momentos de tranquilidade por onde jogou em 2016.Estreante com a camisa azul contra o Campinense, o jogador disse que está acostumado à pressão e sabe que ela só vai diminuir se as vitórias aparecerem.

– Pressão é natural. O time (Cruzeiro) saiu de duas
competições importantes, então é natural que tenha esta pressão em cima
do time.

Só recuperando as vitórias que a gente vai conseguir recuperar
esta confiança. Vencemos a primeira, terça-feira tem
outra etapa, vamos tentar vencer.

Mas sei como é difícil jogar contra
estes times (menores), como tem de lutar. Vencemos um, mas tem de
melhorar.

Lucas chegou ao Cruzeiro junto com Robinho, ambos por empréstimo. Os dois foram envolvidos na troca entre Cruzeiro e Palmeiras, que recebeu Fabiano e Fabrício.

O jogador chegou sendo titular, já que o único concorrente da posição, Mayke, está machucado, e fez uma boa avaliação da estreia. – Foi uma boa estreia, o time venceu, agora é pegar entrosamento com o resto do time.

Tem coisas boas pela frente para a gente.O Cruzeiro treina neste domingo para se preparar para o jogo contra o Londrina, terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Estádio do Café, pela segunda fase da Copa do Brasil.

A Raposa viaja na segunda-feira para o Paraná.

.

Fonte: Globo Esporte