O Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Mineira de Futebol (FMF) absolveu na tarde desta quarta-feira o meia Mancini, do Villa Nova-MG, e o preparador de goleiros Robertinho, do Cruzeiro. os dois profissionais se envolveram em uma discussão após o gol de empate do Cruzeiro, que venceu a partida por 3 a 2, no Mineirão, no dia 20 deste mês.Isso porque após marcar o segundo gol do Villa Nova-MG, Mancini, que foi revelado pelo Atlético-MG, imitou um galo na comemoração.

provocando a torcida cruzeirense. No entanto, a Raposa virou o jogo para 3 a 2, e após o gol de Bruno Rodrigo, o preparador de goleiros Robertinho discutiu com o experiente meia do time de Nova Lima (relembre no vídeo abaixo).

Na oportunidade, o árbitro Wanderdon Alves de Souza chegou a expulsar o técnico Deivid, do Cruzeiro, mas o próprio Mancini alertou que o treinador não tinha nada a ver com a confusão, e o cartão foi anulado.Expulsos de campo naquela partida, Mancini e Robertinho foram incursos no Artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que fala sobre “assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva”.

Ambos, no entanto, foram absolvidos. 
.

Fonte: Globo Esporte