Não tem mistério. Lucas Romero será titular do Cruzeiro diante do Figueirense, neste domingo, às 18h30 (de Brasília), no Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Quem garante é o técnico Mano Menezes.

Marciel foi titular dos coletivos da semana, quarta e quinta. Romero ficou na academia na quarta, mas no dia seguinte entrou na metade do trabalho, o suficiente para garantir a vaga.

Ele estava com a seleção argentina que disputou a Olimpíada do Rio e ficou no banco diante do Coritiba, domingo passado, no Independência.- Não tem dúvida.

Trabalhei com Marciel porque naquele treino
específico o Romero não pôde treinar. Como nós tínhamos algumas dúvidas
com relação à presença dele, utilizei o Romero no time reserva.

Quando senti que
ele estava bem, até mesmo conversando com o
jogador, coloquei-o na equipe. Minha ideia é começar com ele – informou o treinador.

 É um jogador com bastante dinâmica e que percorre muitas distâncias nos
jogos. Às vezes você quer ajudar a equipe se desdobrando, o desgaste
fica alto e em muitas situações
você não está no posicionamento adequado.

Quando o jogador compreende
isso, a equipe tem um ganho muito grande. Espero isso dele.

Mano falou sobre as qualidades de Romero e, também, sobre o que o volante argentino precisa melhorar. Acredita que logo ele vai jogar da maneira que o time precisa.

– É um jogador com bastante dinâmica e que percorre muitas distâncias nos
jogos. Quero disciplinar essa distância e torná-la mais útil para a
equipe.

Às vezes você quer ajudar a equipe se desdobrando, o desgaste
fica alto e em muitas situações
você não está no posicionamento adequado. Quando o jogador compreende
isso, a equipe tem um ganho muito grande.

Espero isso dele.AjustesPara o jogo de domingo, Mano avalia que teve tempo, durante a semana, para ajustar alguns pontos que estavam falhos no time.

– Essa semana colocamos conteúdo para os jogadores, pois semana cheia nos
propicia isso. Fizemos ajustes, trabalhamos posicionamentos ofensivos e
defensivos.

Criamos situação para enfrentar adversário de linha baixa,
pois o Figueirense fez
isso da mesma forma que o Coritiba no domingo. Trabalhamos tudo isso.

E
a gente sabe que é importante conquistar a vitória para sairmos dessa
situação.
.

Fonte: Globo Esporte