Esta semana foi a mais movimentada da temporada do Cruzeiro em relação a mudanças no elenco. Nesta sexta-feira, por exemplo, houve a confirmação do empréstimo do atacante Rafael Silva ao Figueirense e a chegada do lateral-esquerdo Edimar, que vai assinar contrato com o clube. As maiores novidades da semana, porém, foram as chegadas de Rafael Sobis e Ramón Ábila, atacantes que já treinam normalmente com o grupo.

Sobis já assinou contrato, e Ábila aguarda alguns detalhes burocráticos para fazer o mesmo. A estreia deles, além da questão burocrática, depende também de Paulo Bento, e o treinador indicou que os dois vão precisar de algum tempo para ganharem a condição física ideal, mas que isso precisa acontecer o mais rápido possível.

É um jogador de boa qualidade técnica, veloz, que consegue desequilibrar.- Falando dos dois jogadores que chegaram agora, são jogadores com processo diferente em termos de treinos.

Acabaram suas temporadas, iniciaram depois uma pré-temporada e têm sempre um tempo para ganhar algum ritmo e condição física. Sabendo nós, ao mesmo tempo, que em função de estar com um terço do campeonato cumprido, teremos de fazer algo diferente em relação a estes dois jogadores para colocá-los na melhor forma possível o mais rápido possível.

Teremos ainda mais um treino amanhã e depois decidiremos aquilo que vamos fazer. Edimar foi uma indicação do treinador.

O lateral atuava no Rio Ave, de Portugal, e chega para disputar posição com Bryan, também recém-contratado. Paulo Bento elogiou o jogador, que tem boa qualidade defensiva, já que atuou no futebol italiano, que dá essa condição ao lateral.

– É um jogador com cultura defensiva boa. Atuou não só no Rio Ave, mas no Braga e também na Itália, que defensivamente é importante para o jogador.

A Itália dá uma ênfase maior na parte defensiva. É um jogador de boa qualidade técnica, veloz, que consegue desequilibrar.

É acostumado com a Europa e se for confirmado poderá dar coisas importantes para o nosso esquema de jogo.Na Itália, o lateral atuou pelo Chievo Verona.

Ele depende apenas da aprovação nos exames médicos para assinar contrato.E o time sem o Henrique?Para a próxima partida, o treinador Paulo Bento não vai ter Henrique à disposição, volante titular do time.

Ele sofreu uma pancada na cabeça e, por consequência, uma concussão cerebral. Quando questionado sobre o substituto, o treinador expôs algumas situações que podem acontecer.

– Não é fácil entrar no lugar de um jogador muito importante e com características importantes para o jeito do nosso time jogar. O Henrique é um atleta muito importante para o nosso esquema.

Exista a possibilidade do Gino entrar, como também do Romero ser recuado, e até a chance da gente modificar a forma do time jogar, com um esquema diferente.
.

Fonte: Globo Esporte