O goleiro Fábio é, há mais de um ano, o jogador que mais vestiu a camisa do Cruzeiro na história. Ano passado, o capitão e ídolo da torcida celeste completou 634 jogos pelo clube, ultrapassando o volante Zé Carlos e assumindo a primeira posição neste ranking. Depois disso, continuou como titular absoluto do clube, aumentando cada vez mais seu número de jogos.

Na partida contra o Fluminense, no último domingo, Fábio chegou ao número de 700 jogos com a camisa celeste. Por isso, será homenageado neste domingo, antes da partida contra o Sport, às 16h (de Brasília), no Mineirão.

O que será feito na homenagem ainda é uma surpresa, já que o clube não quis divulgar detalhes do que será feito. O diretor de marketing do Cruzeiro, Robson Pires, ressaltou a importância do número alcançado por Fábio na história do clube e disse que outras homenagens serão feitas.

– Não queremos divulgar por enquanto as ações por se tratar ainda de uma surpresa para o atleta e para toda a Nação Azul. É um número que poucos atletas alcançam nos clubes.

Essa quantidade de jogos do Fábio é muito importante na história do Cruzeiro. Realmente é algo que raramente se vê no futebol.

Ele merece essa homenagem e ainda serão realizadas muitas outras.A primeira partida de Fábio com a camisa do Cruzeiro foi em março de 2000.

Depois, o goleiro se transferiu para o Vasco da Gama, pelo qual defendeu até 2005, quando voltou para o Cruzeiro, ganhou seu espaço e se tornou um dos maiores ídolos da história do clube. Com a camisa celeste, Fábio conquistou uma Copa do Brasil, dois Campeonatos Brasileiros e cinco Campeonatos Mineiros.

.

Fonte: Globo Esporte