O presidente do América-MG, Alencar da Silveira Júnior, deu detalhes da negociação do
lateral-esquerdo Bryan com o Cruzeiro. Em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira, no CT Lanna Drumond, quando apresentou o atacante William Barbio, o dirigente – O América-MG ficou com um percentual do jogador e teve um pagamento do Cruzeiro por isso. Os valores a gente não precisa divulgar.

Mas foram bons. Só posso falar que foi boa a negociação.

Foi um pouco acima dos R$ 600 mil. O percentual foi 10% (sobre uma venda futura do jogador) – contou Alencar.

O mandatário do Coelho explicou que o clube não vai receber nenhum jogador do Cruzeiro, como estava sendo especulado, e elogiou a postura do presidente da Raposa, Gilvan de Pinho Tavares, que o procurou para tratar da negociação.- A negociação foi muito boa para o América-MG, para o Cruzeiro e para o jogador.

A gente, desde a primeira hora, sabia que tinha várias propostas para o jogador. O Cruzeiro fez uma boa negociação quando entrou o Gilvan.

Ele, acima de tudo, respeitou a instituição. O jogador tinha contrato, poderia ficar até agosto.

Mas fizermos o melhor para o jogador. Ele tem as portas abertas aqui no clube.

A gente criou o Bryan, agora ele vai bater asas e voar. É o que todo jogador sonha, ele terá um salário maior que tem aqui, até mesmo pelas condições dos clubes.

.

Fonte: Globo Esporte