inspiração para liga nacional?Enquanto ainda não define o formato de sua próxima edição, a
Primeira Liga tenta acordos extracampo. O grupo está próximo de firmar uma
parceria com “La Liga”, responsável pela realização da primeira divisão
espanhola. O diretor jurídico da Liga, Eduardo Carlezzo, esteve em Madrid há
duas semanas e iniciou as conversas que, segundo ele, já estão avançadas.

>> Clubes não se entendem sobre datas, e Primeira Liga vive clima de indecisão>> Primeira Liga escolhe novos vice e CEO e define sete datas para 2017A aproximação com os espanhóis será para intercâmbio de experiências
nas áreas de gestão, governança, marketing e organização de seminários. Há a
intenção, inclusive, de se realizar um amistoso entre o campeão da Primeira
Liga com uma equipe da primeira divisão da Espanha.

No entanto, de acordo com
Carlezzo, tal ideia ainda está sendo analisada.

 

– Vamos analisar a viabilidade de possibilidade de um jogo
festivo entre o campeão da Primeira Liga e um membro da Liga Espanhola.

Claro,
tem problemas de calendário. Esse é um problema fundamental.

Mas vamos analisar.
Tem que ter cautela.

Não é ação de curto prazo – esclarece Carlezzo.

 

O presidente do Avaí e vice-presidente da Primeira Liga,
Francisco José Battistotti, reforçou o apoio dos clubes à parceria e espera sua
concretização.

 

– Tudo que visa fortalecer a Primeira Liga e tenta mudar o
futebol brasileiro é válido. É o que temos que fazer, e essa parceria vai nesse
caminho – comentou o dirigente do clube catarinense.

Somos
humildes suficientes para buscar conhecimento e experiência onde estão as
melhores ligas do mundo”De acordo com o diretor jurídico, após a finalização do
acordo, o próximo passo será uma visita à Madrid com uma comitiva da Primeira
Liga, cuja composição ainda não foi definida. A intenção de fazer uma parceria
com uma liga europeia é desejo antigo dos brasileiros.

Antes da aproximação com
os espanhóis, houve uma tentativa de acerto com outro país, mas menos expressivo.
O acordo com a Liga Espanhola é encarado como uma tentativa de aprendizado.

 

– Quais são as nossas perspectivas: primeiro é que somos
humildes suficientes para buscar conhecimento e experiência onde estão as
melhores ligas do mundo. Para nós, se associar à Liga Espanhola, uma das três
maiores do mundo, é, no mínimo, um privilégio.

Vamos extrair muitos proveitos e
conhecimentos. Queremos buscar melhores experiências e práticas em testão,
governança, negociações, competição, marketing e por aí vai.

Faremos várias
visitas para conhecer como eles se organizaram – avaliou o advogado.
01inspiração para liga nacional?Mesmo que a longo prazo, o futuro acordo com a Liga
Espanhola é encarado como um passo inicial na tentativa de se organizar uma
liga nacional no Brasil, apesar de a ideia não ser um objetivo atual.

Em
reunião no começo de março, o grupo definiu algumas propostas à CBF, dentre
elas a possibilidade de organizar o Campeonato Brasileiro. No entanto, após
reunião na última semana, dirigentes afirmaram que a intenção foi deixada de
lado no momento.

Mas não foi descartada.

 

– Esperamos que sim (acordo seja inspiração para liga
nacional).

A ideia de buscar as melhores práticas é tanto da organização
interna quanto da própria competição. É um intercâmbio de Know how.

Não
queremos ir para os velhos erros de não estar aberto nas melhores práticas. Sem
medo ou receio de aplicá-las internamente – comentou Carlezzo.

 Os clubes membros da Primeira Liga se reuniram no Rio de Janeiro no último dia 14, mas não entraram em consenso sobre as datas para a competição do ano que vem. O formato com 16 equipes em sete datas é o mais provável.

Entretanto, os times não se acordaram sobre a distribuição dos jogos no calendário. Um novo encontro deve ocorrer na próxima semana para que haja a definição.

.

Fonte: Globo Esporte