Rafael Silva ficará marcado na história do Cruzeiro. Afinal, ele garantiu uma vitória do time sobre o maior rival, na casa do maior rival, provocando o adversário, que tinha torcida em grande maioria (relembre no vídeo acima). O gol saiu no segundo tempo, e o atacante não perdoou, provocou os torcedores do time atleticano, imitando uma ave, batendo asas.

O jogador comentou a situação no clássico vencido por 1 a 0, no Independência, neste domingo.-
O futebol perdeu a graça, ficou monótono, a gente tem que brincar.

Na
próxima, eles podem ganhar e brincar com a gente também. Futebol é isso – defendeu-se o jogador, após a partida no Independência.

Rafael Silva explicou o lance do gol. Ele isentou o goleiro Uilson, que estreava em clássicos e tinha a missão de substituir os dois principais goleiros do Atlético-MG.

 – Foi oportunismo, foi uma bola difícil, não é
fácil aquela bola. Até goleiros mais experientes poderiam rebater aquela
bola.

Não foi culpa dele, graças a Deus eu pude aproveitar a
oportunidade.Com a vitória, o Cruzeiro chegou aos 23 pontos, isolando-se na liderança do Campeonato Mineiro e abrindo seis pontos para o maior rival.

O time celeste está praticamente garantido no primeiro lugar da fase de classificação.
.

Fonte: Globo Esporte