Réver não jogava há mais de dois meses, na reserva do Internacional. Mas o estreante da noite no Flamengo mostrou logo a especialidade da casa. Diante de 18 mil pessoas, ele tentou três vezes de cabeça até marcar e definir o placar na vitória rubro-negra – 1 a 0 sobre o Cruzeiro no Mineirão.

Muito desfalcada – quatro suspensos e dois lesionados -, a Raposa sentiu os desfalques, mostrou deficiências e não conseguiu, mais uma vez, vencer em casa. A derrota deixou a Raposa na zona de rebaixamento, em 17º no Brasileiro, com 8 pontos.

Mesmo com a quarta vitória na
competição, o Flamengo caiu uma posição e está em sétimo na tabela. Vindo de vitória sobre o maior rival, o Cruzeiro começou de forma tímida no Mineirão.

Ficava mais com a bola, mas era pouco efetivo. Riascos até tentava, ao seu estilo, incomodar a defesa rubro-negra.

Mas foi o time do interino Zé Ricardo quem teve as melhoras chances. Everton tentou uma, Vizeu duas e Réver três.

Aos 42 minutos, o zagueiro estreante cabeceou para o chão e bateu Fábio: 1 a 0 para o Flamengo. Arrascaeta e Alison tentaram levar o Cruzeiro ao ataque, mas o Cruzeiro finalizou muito pouco, sem conseguir tabelar e furar a retranca flamenguista.

Com dificuldades de criar jogadas de ataque – e recorrendo a bolas paradas como o Flamengo -, o time de Paulo Bento não aproveitou nem quando Rafael Vaz e Réver falharam na área. Na chance mais clara, William e Muralha salvou.

Novamente de bola parada, o Flamengo marcou de cabeça, com Marcelo Cirino, mas, em marcação duvidosa, o gol foi anulado por impedimento.Na
9ª rodada, os mineiros vão a Porto Alegre enfrentar o Grêmio, na Arena,
às 19h de domingo.

Mais cedo, às 16h, em Brasília, o Rubro-Negro
enfrenta o São Paulo, no Mané Garrincha. 
.

Fonte: Globo Esporte