Titular do Cruzeiro em todas as partidas com o técnico Mano Menezes, Robinho tem exercido bem sua função tática dentro de campo. O meia tem atuado pelo lado direito do campo e, além das responsabilidade ofensiva, está contribuindo muito na defesa, ao recompor o sistema de marcação. Neste domingo, às 16h (de Brasília), o Cruzeiro recebe o Coritiba, no Independência.

Ex-jogador do time paranaense, Robinho conhece bem o adversário e pede muita cautela na partida que abre o returno do Brasileirão para os dois times.Uma vitória e um empate e o ânimo de todo mundo
já mudou.

Até o segurança, você passa por ele, e vê o sorrisão estampado no
rosto. Precisamos continuar nessa pegada para vencer novamente.

 Se vencermos,
vamos sair do Z-4.- O torcedor está empolgado, mas temos que tentar nos controlar.

Joguei
por dois anos no Coritiba e sei das dificuldades que é jogar contra eles. Lá
foi muito importante para mim, me fez ir para o Palmeiras, para cá.

Tenho muito
respeito por eles, mas precisamos vencer para sair dessa situação.Z-4 e Copa do BrasilMesmo tendo jogado bem as duas últimas partidas, o Cruzeiro ainda está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Para Robinho, depois de tirar o time da situação complicada, o foco deve ser a Copa do Brasil, maior possibilidade da conquista de um título este ano.- O pensamento é sair da zona de rebaixamento o mais rápido
possível e focar na Copa do Brasil.

Temos um grande time para buscar esse
título. Fizemos um turno ruim no Brasileiro, então precisamos sair dessa
situação para brigar pela Copa do Brasil.

Robinho fala do clima na Toca da Raposa II, que é outro de uns dias para agora. Não somente pelos resultados e pelo bom desempenho do time em campo, mas pelo ambiente, que é mais leve e tranquilo depois da chegada de Mano Menezes.

– Sem dúvidas. Uma vitória e um empate e o ânimo de todo mundo
já mudou.

Até o segurança, você passa por ele, e vê o sorrisão estampado no
rosto. Precisamos continuar nessa pegada para vencer novamente.

Se vencermos,
vamos sair do Z-4.
.

Fonte: Globo Esporte