Insatisfeito com o seu desempenho e por estar sendo pouco aproveitado no Cruzeiro, o atacante Riascos, após a vitória de 2 a 0 do Fluminense sobre o time celeste, mostrou todo o seu descontentamento. Após ouvir as declarações, a diretoria do clube mineiro, por meio do diretor de futebol, Thiago Scuro, afastou o atleta do elenco. No “Troca de Passes” deste domingo, o ex-jogador cruzeirense e comentarista Roger Flores criticou o colombiano se disse atingido pela declaração (assista ao vídeo).

– Eu me sinto atingido também. Tive a felicidade de jogar três
anos lá e entender o tamanho do Cruzeiro, de ter o respeito do tamanho que o
Cruzeiro necessita, e estou atingido.

Acho totalmente desnecessário. O Riascos
foi um jogador que o Cruzeiro emprestou ao Vasco porque tinha um salário muito
alto e repatriou esse jogador, deu outra oportunidade num clube de tamanha
importância no cenário nacional, e ele me dá uma declaração dessa – disse o comentarista, que atuou pela Raposa entre 2010 e 2012.

Declaração de Riascos gerou punição imediata do Cruzeiro (LUCIANO BELFORD / Agência Estado)Ao ser perguntado sobre a própria atuação e o cartão amarelo
que levou, o terceiro na competição e que o tirou do duelo contra o Sport, na próxima
rodada, o atacante não poupou palavras.- Para mim, não (está tudo bem), não está normal.

Não estou
feliz com o que está acontecendo. Acho que temos que procurar uma solução porque não pode tirar minha felicidade para jogar essa m.

..

aqui – disse ele.Para Roger Flores, o atacante colombiano deveria se
posicionar rapidamente, pedindo para deixar o clube e reiterando suas palavras
ou para pedir desculpas.

Horas depois, o atacante pediu desculpas através de uma rede social e negou ter xingado o Cruzeiro.- O mínimo que ele deveria (fazer era) dizer: “Não estou satisfeito aqui, é isso mesmo que falei.

Estou aqui
abrindo mão do meu salário e estou indo embora”. Ou um pedido de desculpas
urgentemente, dizer que não está entendendo muito bem o português, que usou as
palavras equivocadas ou erradas de cabeça quente.

O torcedor é apaixonado e
está sentido, como todos os amantes do futebol. Desrespeitar uma camisa com a
tradição do Cruzeiro assim publicamente não é normal – afirmou o ex-jogador.

Riascos voltou ao Cruzeiro em maio, após boa passagem pelo
Vasco por empréstimo. O jogador nunca escondeu que o seu desejo era permanecer no
Rio de Janeiro.

Com Paulo Bento, ele alternou boas e más partidas, oscilando entre o time
titular e o banco de reservas. Após ouvir as declarações, a diretoria do clube,
por meio do diretor de futebol, Thiago Scuro, afastou o atleta e disse que a
diretoria irá puni-lo.

Depois, também foi
informado pela Raposa que o atleta será multado em 40% dos seus salários e que
treinará separado até encontrar outro time.
.

Fonte: Globo Esporte