“Confiança a gente ganha”. A expressão é muito usada quando alguém tem uma oportunidade. Com Lucas França, ela tem valido muito bem.

Primeiro, foi o escolhido pelo técnico Mano Menezes para assumir o gol do Cruzeiro quando Fábio, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, desfalcou o time contra o Corinthians. A estreia como profissional do jovem goleiro, de 20 anos, foi num Pacaembu lotado, e contra um adversário que brigava pela liderança do Campeonato Brasileiro.

Uma atuação boa ajudou a Raposa a sair da capital paulista com um empate em 1 a 1.Na sequência, Fábio voltou ao gol, como era esperado.

Mas o capitão cruzeirense machucou o joelho no primeiro tempo do jogo contra o Coritiba, no Independência, e deixou a partida quando a Raposa perdia, de virada, por 2 a 1. Mais uma chance para Lucas França, que entrou e ajudou o time a sair do Horto com outro empate.

LEIA MAIS>> Mano fala de “respiradinha fora da zona” e vislumbra crescimento do time>> Com defesas importantes, Lucas França é destaque em vitória no SulNo domingo passado, outra missão complicada. Já com a titularidade anunciada por Mano Menezes durante a semana, o jovem goleiro foi destaque na vitória de 2 a 1 sobre o Figueirense, concorrente direto na briga contra o rebaixamento, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Com grandes defesas (veja uma delas no vídeo abaixo), Lucas França só não saiu sem levar gol por causa de um vacilo na saída de bola, quando Henrique foi desarmado por Rafael Moura, e Ferrugem ficou livre para marcar. Certo é que, aos poucos, a confiança no novo goleiro cruzeirense, vem aumentando.

Tanto a do próprio jogador, que já mostrou maior desenvoltura dentro de campo em Santa Catarina, quanto do treinador, que garante que, enquanto Fábio estiver fora, a torcida pode ter certeza que o time está bem servido de jogadores para a posição. Desde o início
disse que tinha confiança, assim como tenho confiança nos outros goleiros.

Fiz
questão de dizer essa semana  que não ia
pedir a contratação de um goleiro, para mostrar a confiança que tenho neles.- Desde o início
disse que tinha confiança, assim como tenho confiança nos outros goleiros.

Fiz
questão de dizer essa semana que não ia
pedir a contratação de um goleiro, para mostrar a confiança que tenho neles. E
a torcida pode ficar tranquila que eles vão dar conta do recado durante essa
pequena ausência que o Fábio vai ter no gol – disse o técnico Mano Menezes.

Sobre a personalidade mostrada por Lucas França, o comandante celeste destacou que os atletas que estão sendo formados atualmente já passam por um processo de amadurecimento.- A impressão que se tem hoje é que os garotos já nascem
grandes, não é? Não só pelo tamanho, mas pela maturidade também.

O futebol
ficou muito globalizado, as informações estão à disposição de todo mundo. Você
assiste tudo, se tiver interesse.

Isso te prepara. Quantos exemplos de
superação, de maturidade, de oportunidade para jovens a Olimpíada mostrou? E
eles aproveitaram.

O Lucas também está aproveitando a dele. O próximo desafio de Lucas França no gol será domingo que vem, quando o Cruzeiro recebe o Santa Cruz, às 11h (de Brasília), no Mineirão.

.

Fonte: Globo Esporte