A fase difícil do Cruzeiro tem tirado o sono dos torcedores e dos jogadores. Na vice-lanterna do Campeonato Brasileiro, com 15 pontos em 17 partidas, o time vive situação rara em sua história: lutando contra o rebaixamento. Para o goleiro Fábio, no clube desde 2005, o sofrimento é, realmente, grande.

Mas o capitão cruzeirense, no entanto, acredita que a situação ruim é mais um motivo para o grupo se empenhar e fazer o time sair da parte inferior da tabela. E não para se abater ainda mais.

 É difícil
comparar o sofrimento do torcedor, dos jogadores e o meu sofrimento.
Incomoda essa situação, vivenciar essa história.

São 12 anos no clube,
dentro de
campo se
dedicando ao máximo. É uma situação que incomoda, mas que também serve de
motivação- É difícil
comparar o sofrimento do torcedor, dos jogadores e o meu sofrimento.

Incomoda essa situação, vivenciar essa história. São 12 anos no clube, dentro de
campo se
dedicando ao máximo.

É uma situação que incomoda, mas que também serve de
motivação e esforço a mais dentro dos treinamentos. Temos que buscar uma vitória.

Dentro dessa sequencia de resultados, todos os torcedores almejam os
três pontos. Vamos concretizar o resultado, vamos tentar
o resultado para alavancar.

2011 de novo, nãoFábio faz questão de ressaltar que a melhor forma de dar a volta por cima é trabalhando e se dedicando nos jogos e nos treinamentos. Ainda com 2011 vivo na memória, o goleiro não quer viver situação semelhante este ano.

Na ocasião, o Cruzeiro chegou à última rodada do Campeonato Brasileiro ameaçado de rebaixamento, mas uma goleada por 6 a 1 sobre o rival Atlético-MG salvou o time da degola (veja, abaixo, os melhores momentos daquele jogo)- Não
é com palavras e, sim, com atitudes. Já vivenciamos situações
complicadas, a mais recente em 2011.

São atitudes dentro de campo que
devem ser colocadas
em prática. Precisamos do resultado positivo, precisamos jogar sem ter a
possibilidade de errar, sofrer o gol e o emocional fica mais debilitado.

Isso pode ser crucial. Os jogadores vêm se dedicando dentro dos treinos
para que a gente faça um jogo acima da média.

 
.

Fonte: Globo Esporte