Vitória atrás de Vitória. Não, não. Não estamos falando de triunfos seguidos do Cruzeiro.

Mas sim da sequência que a Raposa terá, pela frente, contra um mesmo adversário: o Vitória. Em 17 dias, serão três partidas contra o Leão da Boa Terra.

Duas pela terceira fase da Copa do Brasil e mais um compromisso pelo Brasileirão. O primeiro embate será neste domingo, às 11h (de Brasília), pela 13ª rodada do campeonato nacional, no Mineirão.

 Na próxima quarta-feira, às 21h45, os dois times voltam a se enfrentar, mas pela terceira fase da Copa do Brasil. Em Salvador, Cruzeiro e Vitória iniciam a disputa por uma vaga nas oitavas de final da competição.

Depois a maratona vai ser interrompida. A Raposa terá de enfrentar Atlético-PR, em casa, e o Fluminense, fora, ambos os jogos pelo Brasileiro.

No dia 20, o time mineiro terá novamente o Vitória pela frente. Será a partida de volta pela Copa do Brasil, também no Gigante da Pampulha.

Nas fases anteriores da disputa nacional, o Cruzeiro eliminou Campinense e Londrina.  O Cruzeiro leva vantagem no retrospecto diante do adversário baiano em jogos pelo Brasileirão.

Foram 32 partidas, com20 vitórias do Cruzeiro, sete do Vitória e cinco empates. Em 17 jogos como mandante, o time celeste ganhou 14, empatou um e perdeu dois.

O histórico do duelo contabiliza 44 jogos, sendo 27 vitórias da Raposa, 11 do Leão baiano e seis empates. No último encontro, em 2014, o Cruzeiro bateu o Vitória por um a zero, no Barradão, com gol do zagueiro Dedé, pelo Brasileirão daquele ano (confira no vídeo acima).

.

Fonte: Globo Esporte