O Vasco deu um passo importante para manter Duvier Riascos até o final da temporada. Com o fim do contrato do atacante, domingo, o clube se manifestou e informou o Cruzeiro que pagará os salários em sua totalidade no caso de um novo empréstimo. Agora, os vascaínos aguardam uma posição dos mineiros, que farão uma consulta ao novo treinador, Paulo Bento.

Os cariocas, por sua vez, estão otimistas de que a vontade do atleta prevalecerá.Riascos foi liberado pelos mineiros para seguir no Rio de Janeiro enquanto o imbróglio não chega ao fim.

Como não tem mais vínculo com o Vasco, no entanto, não treina com os companheiros em São Januário e faz atividades específicas em academia particular e na praia da Barra da Tijuca. A expectativa é de que a novela não se alongue no decorrer da semana.

Quarta-feira, o Cruz-Maltino recebe o CRB, pela Copa do Brasil, e dificilmente o colombiano terá condição de jogo.Ao aceitar pagar os salários de Riascos em sua totalidade, o Vasco flexibiliza em uma negociação que permaneceu fria ao longo dos últimos meses.

Com a falta de propostas para compra do colombiano, os cariocas acreditavam que a manutenção na “vitrine” de São Januário seria o caminho natural. O Cruzeiro, por sua vez, deixou claro que não aceitaria seguir tendo gastos com um atleta que não faz mais parte do elenco e, em determinado momento, levantou a possibilidade de ser recompensado pelo empréstimo, fosse financeiramente ou com a cessão de um jogador.

Por mais que o Cruzeiro aponte a posição do português Paulo Bento como determinante para uma liberação, Riascos não vê com bons olhos a possibilidade de voltar a defender o clube. À vontade no Rio de Janeiro, o colombiano e sua família não se adaptaram a Belo Horizonte, além das queixas pelas poucas oportunidades em campo com a camisa da Raposa.

Riascos tem contrato com o Cruzeiro até 15 de janeiro de 2018. Em 2016, entre salários, férias, 13º e outras questões trabalhistas, o acordo prevê US$ 1,1 milhão ao colombiano, pouco mais de R$ 250 mil mensais na cotação atual.

O montante o tornará um dos jogadores mais bem pagos do elenco vascaíno. No primeiro contrato de empréstimo, o clube carioca pagava “somente” R$ 100 mil.

Com dez gols marcados, Riascos divide a artilharia do Vasco na temporada com Nenê e foi um dos destaques do título invicto do Campeonato Carioca. Na estreia da Série B, ele manteve a boa fase com um gol, uma assistência e participação decisiva em outro, na vitória por 4 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, no Maranhão.

Arrastada nos últimos meses, a novela colombiana se encaminha para o fim. Aguardemos os próximos capítulos.

.

Fonte: Globo Esporte