Em quatro dias, termina o contrato de empréstimo do Riascos ao Vasco. A vontade da diretoria cruz-maltina, do colombiano e do técnico Jorginho é a mesma: a permanência do atacante em São Januário. No entanto, um acordo com o Cruzeiro ainda não foi feito.

A prioridade da Raposa era, inicialmente, a venda dos direitos econômicos do jogador. A compra, porém, não está nos planos dos vascaínos.

Agora, a situação é de espera para os dois lados: os clubes aguardam a contratação de um treinador para o time mineiro, para saberem se o novo comandante vai querer contar com Riascos no grupo. Caso não haja impedimentos, a extensão de vínculo com o Vasco é facilitada.

O colombiano viajou com a delegação cruz-maltina para Maceió, capital de Alagoas, onde o time enfrentará o CRB nesta quarta-feira pela ida da segunda fase da Copa do Brasil. Riascos, assim como os outros titulares que foram campeões estaduais, deve estar em campo, tanto por este duelo quanto pelo confronto de sábado, contra o Sampaio Corrêa, na estreia da Série B do Campeonato Brasileiro – estará, então, a um dia do fim de seu contrato com o Vasco – termina dia 15 de maio, domingo.

Apesar de a decisão estar nas mãos de quem for o novo comandante cruzeirense, Riascos não se anima com a possibilidade de retornar à Toca da Raposa. Pouco utilizado no período em que defendeu o clube – de janeiro a maio de 2015 -, o colombiano não se adaptou a Belo Horizonte, o contrário do que aconteceu no Rio de Janeiro.

Apaixonado pela cidade, ele vislumbra um futuro no time de São Januário. Caso não aconteça um acordo entre as diretorias de Vasco e Cruzeiro, a preferência do colombiano é por um novo empréstimo da Raposa para outro time ou até a venda de seus direitos econômicos.

Riascos chegou ao Vasco em maio do ano passado, de graça e com a maior parte dos salários paga pelo Cruzeiro. Os cariocas arcam com “somente” R$ 100 mil mensais do montante.

O acordo com os mineiros prevê aumento gradativo por temporada. Em 2016, entre salários, férias, 13º e outras questões trabalhistas, o contrato prevê US$ 1,1 milhão (R$ 4 milhões na cotação atual) para os bolsos do colombiano.

No ano passado, a cifra foi de US$ 1,05 mi e no ano que vem há novo reajuste para US$ 1,15 mi. Na situação de compra, a Raposa daria prioridade do Cruz-Maltino, por US$ 2 mi (R$ 7,3
mi).

Na temporada de 2016, Riascos tem nove gols, todos marcados no Campeonato Carioca, e é o artilheiro do time. O colombiano tornou-se uma figura carismática para os torcedores.

Uma de suas características marcantes é a comemoração de gol chamada de “gusanito”, em que ele imita uma minhoca no chão. O contrato com o Cruzeiro vai até o dia 15 de janeiro de 2018.

.

Fonte: Globo Esporte