William levantou as mãos para o céu antes de ser engolido
por abraços dos companheiros de equipe na última sexta-feira. A festa do
Cruzeiro foi tão grande quanto seu feito. Depois de bater o Sesi-SP fora de
casa, o atual bicampeão da Superliga masculina de vôlei se classificou para a
sexta final consecutiva do campeonato nacional.

Regente e capitão do time, o
levantador celebrou a conquista.- Seis finais consecutivas é histórico.

Estou muito feliz
pelo que estamos construindo no clube. Temos um feedback legal do vôlei que
apresentamos.

As pessoas gostam de nos ver jogar. Espero conseguir mais um
título no domingo – disse William.

El Mago, apelido que ganhou no período em que jogou na
Argentina, esteve em todas as decisões da equipe celeste na Superliga. Experiente
na final, ele mira o quarto título no dia 10 de abril, em Brasília – Campinas e
Taubaté ainda disputam a outra vaga na decisão.

O levantador aponta o caminho
para mais uma taça: desfrutar o jogo.- Não tem favorito para a final.

Não é demagogia, porque é
um jogo só. Tudo pode acontecer.

É complicado. Jogamos cinco, ganhamos três e
perdemos duas.

Sabemos que ali é o momento. O importante é desfrutar de jogar
mais uma final.

Disputar tantos títulos como disputamos é muito raro de
acontecer na vida de um atleta. A principal diferença nossa é que gostamos de
desfrutar as finais e jogamos muito bem.

O que sempre peço é isso: “Desfrutem,
façam o melhor com sorriso no rosto. Aproveitem o momento”.

Adoramos esse
momento.O Cruzeiro levou o título do Campeonato Mineiro, da Copa do
Brasil, da Supercopa e do Mundial de Clubes nesta temporada.

O entrosamento de
William com Wallace, Éder, Isac, Leal e Filipe é o ponto forte da equipe.- Entrosamento do time todo pode fazer diferença na final.

A
base joga junto há muito tempo. É um time bem experiente.

Espero que todos
estejam bem no domingo. Todos acordem a mil por hora.

.

Fonte: Globo Esporte