Chegou ao fim a passagem do uruguaio Acosta pelo Santos-AP. O ex-atacante e capitão do Peixe vestiu a camisa alvinegra por três anos, onde conquistou o tricampeonato estadual. Acosta chegou a renovar com o Santos-AP no início do ano, mas não cumpriu o contrato que era até o fim da Série D do Brasileirão.

O uruguaio não quis falar o motivo da saída repentina, mas ressaltou que não estava completamente feliz no time. Acosta também falou sobre a conquista dos estaduais nos três anos que esteve no Peixe da Amazônia.

 – Eu sou muito profissional e tinha coisas que eu não estava gostando [no clube], mas falei tudo para o presidente, que me entendeu. Acredito que ajudei o Santos-AP a voltar a conquistar estaduais, o que não acontecia há muito tempo.

Hoje o time é reconhecido no Brasil e eu pude ajudar nisso – ressaltou o atacante. Acosta chegou a dizer que jogaria até o fim do ano, mas agora o discurso é outro.

Com a saída, o uruguaio disse que o futuro no futebol está indefinido. O atacante diz que passará mais tempo com a família, que mora em Brasília (DF), e depois irá pensar se voltará a jogar ou irá finalmente pendurar as chuteiras como chegou a anunciar.

– Graças a Deus, cheguei a receber ligações de alguns times. Mas quero ficar com a minha família em Brasília e depois vou ver o que farei sobre a minha carreira no futebol – declarou.

Em 2016, Acosta atuou nos dois jogos que o time fez na Copa Verde, antes de ser eliminado. A última vez que balançou a rede foi no dia 8 de março contra o Nacional-AM.

 
.

Fonte: Globo Esporte