O Atlético-MG perdeu mais um clássico para o Cruzeiro dentro do Horto – o último foi no primeiro turno do Campeonato Brasileiro do ano passado (3 a 1). Apesar da derrota por 1 a 0 na manhã deste domingo, a equipe de Diego teve uma boa atuação e criou muitas oportunidades de gol (veja os melhores momentos no vídeo acima). O goleiro Fábio um dos destaques do jogo, fazendo grandes defesas, principalmente em uma cabeçada de Robinho no segundo tempo.

O gol sofrido pelo Galo surgiu em um lance de infelicidade do jovem goleiro Uilson, que rebateu uma bola para o meio da área, e Rafael Silva aproveitou. É ruim perder, mas também sei que vamos até as finais e eu estou tranquilo com
meu time.

São coisas que ninguém gosta, mas sabemos que por sorte vai ter a decisão
ainda Diego Aguirre lamentou as chances perdidas e avaliou que o Atlético-MG merecia uma sorte melhor na partida. No entanto, o treinador não se sentiu tão preocupado por ver o time criando muitas chances de gol.

 – Definiu o jogo que eles fizeram um gol e nós não aproveitamos
as oportunidades que tivemos. Principalmente no segundo tempo, merecíamos,
dominamos, mas futebol tem dessas coisas.

Então, como jogou o Atlético no segundo
tempo, isso não me preocupa. Claro que dói perder, ainda mais um clássico, mas
fica muitas coisas para frente.

O treinador encarou com naturalidade as chances perdidas. Ele explicou que o treino de finalização faz parte da programação semanal de treinos e garantiu que confia no grupo.

– Eu falo sempre que o mais importante é criar situações de
gol, porque um time que não cria situações de gols aí estaria mais preocupado.
Normalmente, com jogadores da qualidade que temos como Pratto, Luan, Robinho,
jogadores que normalmente fazem, Momento de calma e fazer a preparação das finalizações.

A bola vai entra. Um dia vamos fazer cinco e hoje não pudemos fazer nenhum.

 CalorO calor foi um dos fatores que atrapalharam o Atlético-MG, na questão física, na avaliação Aguirre. No entanto, o treinador se mostrou confinante na sequência do time no Campeonato Mineiro e avaliou como o time pode se redimir desta derrota na final.

 – Sim, o calor atrapalhou para os dois times. Tentei fazer o
melhor e sei que tinha muito desgaste, mas acho que no segundo tempo, o time pressionou
bem, estava com bom ritmo.

Poderíamos ter marcado. Temos que ficar com isso.

É
ruim perder, mas também sei que vamos até às finais e eu estou tranquilo com
meu time. São coisas que ninguém gosta, mas sabemos que, por sorte, vai ter a decisão
ainda.

  
.

Fonte: Globo Esporte