Em clima de mistério, o Guarani deu sequência na tarde desta sexta-feira à preparação para o duelo decisivo contra o Barretos, domingo, às 10h, pela última rodada da Série A2 do Paulista. Ainda sem o meia Fumagalli em campo, Pintado manteve a rotina de fechar os treinos. Por um pedido da diretoria, entrevistas do treinador, de saída para assumir um cargo no departamento de futebol do São Paulo, também estão vetadas até domingo.

 Em recuperação de um forte resfriado que o tirou da derrota para o Atlético Sorocaba e o deixou em repouso ao longo da semana, Fumagalli será liberado para ficar à disposição neste sábado. Se a expectativa for confirmada, tem presença certa na equipe titular.

Assim como os atacantes Flávio Caça-Rato e Max, de volta ao time após um longo período no departamento médico. As dúvidas ficam para outras posições.

Existe a possibilidade de Wesley ou Watson entrar no lugar de Eduardo na lateral direita. No meio, Diego Silva e João Paulo disputam uma vaga.

Foi permitida a presença da imprensa apenas nos primeiros 20 minutos da atividade, quando Pintado não deu nenhuma pista da escalação e apenas observou o aquecimento dos jogadores. O provável Bugre tem Pegorari, Eduardo (Wesley ou Watson), Carpini, Lucas Bahia e Denis Neves; Diego Silva (João Paulo), Lenon, Fumagalli e Douglas Packer; Caça-Rato e Max.

VEJA TAMBÉM:> Guarani faz promoção de ingressos para transformar Brinco em caldeirão Sem a tradicional coletiva do treinador antes dos jogos, coube ao zagueiro Carpini falar sobre a importância da partida de domingo para o elenco bugrino. Vale um semestre – e para muitos a chance de permanecer no clube.

Em reunião tensa na última terça, o presidente Horley Senna deixou claro que a eliminação causará mudanças drásticas no grupo para a Série C. Faltaram algumas coisas ao longo da campanha, mas agora é página virada.

Tivemos essa nova chance, vamos para agarrá-la. Precisamos do resultado, precisamos da vitória – Estamos motivados por ter tido uma nova oportunidade, pela rodada ter sido favorável, por ganhar reforços fundamentais.

Faltaram algumas coisas ao longo da campanha, mas agora é página virada. Tivemos essa nova chance, vamos para agarrá-la.

Precisamos do resultado, precisamos da vitória. É deixar de lado os pontos perdidos.

O que importa é o jogo agora. O apoio da torcida será fundamental – comentou o defensor.

 Após perder por 2 a 1 para o já rebaixado Atlético Sorocaba, o Guarani tinha tudo para ficar em situação delicadíssima na luta pela classificação. Mas os demais resultados foram favoráveis e, apesar de ter deixado o G-8, o Bugre depende apenas das próprias forças para avançar.

Se vencer, chega aos 30 pontos e ultrapassa o Barretos, atual sexto colocado com 29. Já em caso de empate, tem de torcer por uma combinação de resultados, com o União Barbarense perdendo para o Votuporanguense, em Santa Bárbara d´Oeste, e o Velo Clube no máximo empatando com o Penapolense, em Penápolis.

 
.

Fonte: Globo Esporte