O Palmeiras chegou na tarde desta terça-feira em Rosario, na
Argentina, onde joga na quarta-feira pela Libertadores. O Alviverde enfrenta o
Rosario Central no Gigante Arroyito pela penúltima rodada da primeira fase, e
uma derrota tiraria de vez as chances de a equipe seguir às oitavas de final. Para
o atacante Alecsandro, mesmo em casa, o rival não vai partir para cima do
Palmeiras.

E o objetivo está claro, segundo o jogador: a vitória.- Não acredito muito que o Rosario venha muito para cima,
acho que eles sabem que nós vamos vir para tentar a vitória e vão respeitar a
nossa equipe.

Mas é claro que a gente vai para o jogo esperando tudo, tanto
eles virem para cima ou esperarem no campo defensivo. É lógico que vai ser uma
batalha, sempre quando jogam Brasil e Argentina são jogos difíceis, são sempre
jogos bonitos de ver (.

..

). Sabemos da dificuldade, viemos um pouco antes,
concentramos desde ontem para estar bem descansados.

Sabemos que vai ser um
grande jogo, um jogo muito difícil. Sabemos da dificuldade que é derrotar o
adversário dentro da sua casa, mas acho que nessas horas que o Palmeiras tem
que mostrar grandeza e vir aqui para buscar a vitória.

LEIA MAIS: Fernando Prass elogia o Rosario e não espera facilidade no duelo de quartaAlecsandro na chegada com o Palmeiras a Rosario (Foto: Reprodução / SporTV)O técnico Cuca tem como principal desfalque o atacante Dudu,
autor do gol da vitória contra o Corinthians no domingo, pelo Paulistão. O
jogador voltou a sentir um problema muscular na coxa direita.

Alecsandro
admitiu que para o jogo decisivo o desfalque pesa, mas ao mesmo tempo ressaltou
que é importante confiar nos substitutos.- Nesse momento qualquer desfalque nos prejudica.

Dudu é um
excelente jogador, entrou bem na partida, se doou ao máximo e acabou resolvendo
o jogo para a gente num momento difícil. Mas é lógico que a gente tem que numa hora
dessa usar a força do elenco, saber também que temos jogadores de qualidade que
vão entrar e dar conta do recado.

Cuca também não poderá contar com Arouca e Cristaldo. O
volante foi poupado por causa de desgaste físico, enquanto o argentino, que
ainda se recupera de uma lesão muscular, continua vetado.

O Nacional, do Uruguai, lidera o Grupo 2 da Libertadores com
oito pontos, seguido pelo Rosario Central, da Argentina, com sete pontos. O
Palmeiras está na terceira colocação, com quatro pontos, dois de vantagem para
os uruguaios do River Plate.

Para não ser eliminado, o Verdão precisa somar ao
menos um ponto na Argentina, em duelo às 21h45 (de Brasília) desta
quarta-feira. Na última rodada da chave, o Palmeiras recebe o River na arena,
no dia 14, mesmo data do duelo entre Nacional e Rosario Central, em Montevidéu,
no Uruguai.

.

Fonte: Globo Esporte