No turno do Campeonato Catarinense, o Avaí foi o segundo, enquanto o Joinville terminou em oitavo, com apenas uma vitória. No returno, o Leão da Ilha é o lanterna e ainda não triunfou. Já o JEC é o vice-líder e está invicto.

Com esse panorama, as equipes se enfrentam sábado, 18h30, na Ressacada.Para acabar com a crise, o Avaí traz as lembranças do primeiro turno, quando venceu na Arena Joinville por 2 a 0.

Um time compacto, capaz de marcar forte e sair para a transição em velocidade.- Naquela partida baixamos a marcação e apertamos quando eles
saíam com a bola, sem deixar os volantes jogarem.

Pressionamos na marcação e
com a bola saímos em velocidade e fizemos os gols nos contra-ataques. O
Joinville do segundo turno é diferente, está mais agressiva.

Só que se tivermos
a mesma mentalidade, temos tudo para fazer um bom jogo – planejou o atacante William.William, aliás, deseja o fim da oscilação dentro dos jogos para voltar a vencer.

O atacante afirmou que o Leão tem momentos em que desliga e cita um exemplo a ser seguido: o Corinthians. O estilo de jogo linear do Timão e o foco durante os 90 minutos devem ser repetidos no Avaí, espera o jogador.

– O futebol só tem uma fórmula: o trabalho. Não adianta falar,
questionar, se você não entrar em campo e trabalhar forte na semana.

Eu passei
para falarmos menos e concentrarmos mais no que estamos fazendo. Nós nos desligamos
muito rápido.

Da mesma maneira que a gente aquece e incendeia, desligamos
também. Mas não pode.

São 90 minutos concentrados. Gosto de assistir o
Corinthians porque é intensidade nos 90 minutos.

E precisamos disso, dessa
concentração.Confira mais notícias do esporte de Santa Catarina no GloboEsporte.

com/sc
.

Fonte: Globo Esporte