Mais conversa do que ação. Assim foi o treino do Flamengo-PI
na tarde desta sexta-feira no Clube das Classes Produtoras, o último antes de
enfrentar o Altos neste sábado. Elenco e comissão técnica conversaram por mais
de uma hora e meia antes de iniciar as atividades, que tiveram apenas uma
brincadeira nas rodas de bobo e um rachão para descontrair.

Foi às 16 horas que jogadores e comissão técnica se reuniram
no centro do campo e, depois nas arquibancadas, para uma conversa privada.
Técnico, membros da comissão e jogadores se alternaram nos discursos até às
17h30, quando finalmente foram iniciadas as atividades físicas.

Ninguém quis
comentar o conteúdo da conversa.Treino leve para não desgastarQuando a bola finalmente rolou, um treino leve e
descontraído.

Nada de trabalho tático, simulação de situações de jogo nem nada
muito puxado fisicamente. Sem grandes cobranças, apenas rodinhas de bobo e um
rachão, onde até o técnico Athirson participou.

O treinador justificou a
atividade mais leve.- A gente já vem de uma batida muito forte com uma sequência
de jogos.

O próprio jogo vai condicionando a gente na parte física. Como já
tivemos uma partida muito cansativa na quarta-feira, a gente fez esse trabalho
um pouco mais tranquilo hoje, mais recreativo, porque amanhã já tem uma
cobrança muito grande contra um adversário muito forte – comenta.

O adversário realmente não será dos mais fáceis. O Altos é o
único invicto no Campeonato Piauiense, e jogando em casa costuma ter o apoio em
massa da sua torcida no Estádio Felipão.

É analisando essas situações, além das
características de jogo do Altos, que Athirson espera montar uma estratégia para
arrancar pontos nessa partida.- A gente já se enfrentou no primeiro no turno.

É um time
que se posiciona muito bem dentro de campo, tem um compromisso muito forte
taticamente. Eles sabem usar o seu mando de campo.

A gente já estudou e vou
passar tudo para os jogadores para que a gente tente surpreender o adversário
jogando fora de casa, onde eles são muito fortes – diz.Mas há também uma notícia boa: a regularização de reforços
como o meia Flavinho, o lateral direito João Felipe e principalmente o atacante
Geraldo, que já deve estrear como titular.

Com mais opções, o técnico espera
pode explorar mais formas de jogo durante as partidas.- Isso nos dá força e cada vez mais dá corpo para nossa
equipe, com alternativas para que a gente possa fazer mudanças dentro do jogo.

É muito importante ter essas peças de reposição, o que estava faltando –
afirma.

Altos
e Flamengo-PI se enfrentam às 18 horas deste sábado, no estádio Felipão, em
Altos.

As duas equipes venceram na primeira rodada do returno e brigam
diretamente por uma das vagas do Piauí na Série D.

.

Fonte: Globo Esporte