Com maior entrosamento e mais interessada no jogo, a Aparecidense conseguiu dominar o Sport e venceu  por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, no estádio Anníbal Batista de Toledo, em Aparecida de Goiânia. Robert e Filipe, ambos no segundo tempo, marcaram os gols da vitória do Camaleão, que estreou com pé direito e conseguiu ganhar com autoridade logo em sua primeira participação na Copa do Brasil. Pouco organizado em campo, o Leão, que utilizou uma escalação considerada alternativa, viveu de lampejos de atletas como o meia Clayton.

Com o resultado, a Aparecidense não apenas força a realização da partida de volta como vai com boa vantagem para Recife. O Camaleão poderá perder por até um gol de diferença para avançar à segunda fase.

Já o Sport teria que golear ou devolver o 2 a 0 para levar a decisão para os pênaltis. O Leão, porém, já admitiu que vê com bons olhos uma possível eliminação, pois deseja disputar a Copa Sul-Americana.

O segundo duelo está marcado para o dia 27 de abril, na Ilha do Retiro.> Veja todos os detalhes da partida no Tempo Real> Confira a tabela completa da Copa do Brasil 2016Aparecidense e Sport fizeram um jogo até movimentado no primeiro tempo, mas de qualidade técnica ruim e com raras chances de gol.

O time da casa viu seu trio ofensivo – Washington, Robert e Careca – em noite pouco inspirada, tanto que a melhor oportunidade caiu nos pés de Jarlan, que não soube o que fazer. Ele desarmou o zagueiro Luís Gustavo, mas invadiu a área de forma lenta e chutou mal.

Pelo Leão, o meia Clayton foi o mais lúcido em campo e até serviu Everton Felipe com boa enfiada, mas o goleiro Busatto saiu de forma arrojada e conseguiu interceptar.Na etapa final, a Aparecidense se mostrou mais organizada e, aos poucos, foi conseguindo tomar conta da partida.

Apagado na primeira metade, Robert começou a aparecer e saiu dos pés dele o gol que abriu o placar para o Camaleão . O meia-atacante aproveitou rebote na área do Sport, se livrou da marcação e bateu cruzado de perna direita, que nem é a boa, para marcar.

O time da casa continuou melhor e ainda levou perigo em cobrança de falta de Washington. Sentindo a falta de entrosamento, o Leão pouco assustou.

Chutes de longe de Clayton e Neto Moura foi o que de melhor o clube pernambucano arriscou, mas não foi o suficiente para evitar o triunfo dos goianos, que ainda ampliaram aos 44 minutos com gol de cabeça do zagueiro Filipe.
.

Fonte: Globo Esporte