A regra na Chapecoense de Guto Ferreira é buscar sempre a evolução. A exigência faz parte do trabalho do técnico do Verdão do Oeste. E tem dado certo.

O time está invicto no Campeonato Catarinense, venceu o primeiro turno e lidera o returno. Assim, busca a conquista antecipada do troféu estadual.

Mesmo que o momento seja muito bom no clube verde e branco, Guto exige evolução da equipe. Nessa semana, os jogadores fizeram exames e testes físicos, os mesmos que ocorrem no início da pré-temporada.

Além disso, a comissão técnica já se prepara para a disputa da Série A. –  Tem muita coisa para evoluir.

Nessa semana, os jogadores fizeram testes físicos, e eles comprovaram que há espaço para melhora. Esse é um aspecto.

Na parte técnica e tática, o time também tem muito a evoluir. Nossa equipe está jogando bem, mas não é perfeita.

Tem tomado gols, tem erros. No futebol, não tem superequipe.

Acho que a única perto disso é lá fora, com condições financeiras para contratar craques. E a gente não pode ter apenas o parâmetro do estadual.

Precisamos evoluir, fazer o melhor no estadual e estar preparado para o Campeonato Brasileiro – comentou o comandante do time alviverde. Neste sábado, a partir das 16h, a Chapecoense encara o Brusque na Arena Condá.

O jogo é válido pela quinta rodada do returno. À frente do Bruscão, um velho conhecido do Verdão: o técnico Mauro Ovelha.

Guto elogiou o trabalho do treinador e destacou a campanha do adversário no Catarinense. – Mais do que o conhecimento do Mauro com a Chapecoense, é a capacidade dele como técnico.

Qual jogo que o Brusque perdeu com diferença maior de dois gols? Foram só dois. É sempre jogo parelho com eles.

Isso mostra o alto nível de competitividade da equipe deles. É uma equipe que busca o tempo todo brigar pelo resultado.

Dificulta ao máximo para o adversário – completou Guto.Confira mais notícias do esporte de Santa Catarina no GloboEsporte.

com/sc
.

Fonte: Globo Esporte