Além da busca por um novo treinador, após a demissão de Raul Cabral, outro assunto tomou conta dos bastidores do Avaí nesta terça-feira: um áudio gravado pelo volante Braga e que foi multiplicado nas redes sociais. No material, o jogador do Leão da Ilha falou sobre a situação do clube no início desta temporada e aborda assuntos polêmicos. Segundo ele, a escalação de jogadores pelo ex-treinador, demitido na segunda-feira, ocorria por causa ordens superiores.

+ M10 chama responsabilidade e indica Silas para técnico: “Boas lembranças”- O pior de tudo é que ele não é o maior culpado da situação. Os maiores culpados das coisas ali vem dos superiores dele.

Ele sempre foi certo com as coisas, mas se ele não fizer o que os caras mandam, estava na merda também, né?! Mesmo fazendo o que os caras mandam, ele acabou indo para a merda, porque acabou prejudicando ele. Ficou escalando um monte de jogadores que não era para escalar.

Aí não ganhamos, não fluiu e acabou prejudicando ele. É foda essa diretoria incompetente do c***, bando de filhos da p***.

A gente perdeu o jogo para o Joinville. Eu cheguei no vestiário, olhei para o Raul, e ele chorando.

Fiquei com muita dó – disse no áudio.Na tarde desta terça, depois de toda a repercussão, o atleta procurou o diretor de esportes do Avaí, Marcelo Gonçalves e o gerente de futebol, Agnello Gonçalves, para pedir desculpas pelo ocorrido.

Em conversa com os dois profissionais, o volante contou que o áudio gravado em um aplicativo após a derrota para o Joinville, na noite de sábado, foi feito de “cabeça quente”.- Gostaria de pedir desculpas pelos áudios que estão rolando na internet.

Quero pedir desculpas à diretoria pelo que foi falado, aos jogadores, à torcida, e também ao Raul, por expor ele em uma posição que não vem ao caso. Queria falar que agora é página virada, e estamos juntos para o próximo jogo contra o Brusque em busca da vitória.

(Confira no vídeo abaixo) Confira mais notícias do esporte de Santa Catarina no GloboEsporte.com/sc
.

Fonte: Globo Esporte