Em noite de Clássico-Rei, o Ceará largou na frente, mas saiu com empate de 1 a 1 neste domingo (27), na Arena Castelão. O Alvinegro precisava dos três pontos para respirar na tabela do estadual, mas amargou o placar e agora precisa vencer para tenta passar de fase. Assisinho anotou o tento do time de Lisca, que reconhece a superioridade do adversário e reconhece o momento incômodo do clube.

No primeiro confronto, Fortaleza venceu por 2 a 1.>>> Confira tabela do Campeonato Cearense>>> Veja Tempo Real de Ceará 1 x 1 Fortaleza- Faltou aproveitar melhor as chances que tivemos.

Propomos a partida desde o início, tivemos um primeiro tempo parecido com o outro Clássico. Dessa vez, eles foram um pouco mais ofensivos, até porque não tinham tanta responsabilidade na partida.

Na segunda etapa, o time se fechou. A gente estava controlando o jogo, eles tiveram Pio expulso.

E num lance fortuito, na única maneira que eles poderiam empatar, na bola parada, o Cametá não viu o Éverton ali e eles acharam o pênalti. Mérito deles que foram eficientes – analisa o técnico.

Apesar da situação incômoda no Cearense, Lisca lembra que o time precisa focar no próximo compromisso. Desta vez, o Alvinegro entra em campo pela Copa do Nordeste e vai encarar o Santa Cruz, na quarta-feira (30), fora de casa.

– A gente tentou de todas as maneiras, mas eles conseguiram ter mais sucesso. Jogar bem no futebol é vencer.

Era um resultado importante pra gente. Propusemos, mas o resultado não foi aquilo que gente queria.

Fica uma situação difícil, mas agora temos que focar nos jogos da Copa do Nordeste – diz Lisca.O Ceará volta a campo na próxima quarta-feira (30), quando enfrenta o Santa Cruz pela Copa do Nordeste.

O jogo válido pelas quartas de final será no Arruda, em Recife, às 21h45. No Cearense, faz o último desafio da segunda rodada contra o Uniclinic, apenas no dia 10 de abril (domingo), no Presidente Vargas, às 16 horas.

.

Fonte: Globo Esporte