A noite de sexta-feira foi decepcionante para o Criciúma. Diante do Guarani de Palhoça, o Tigre entrou em campo em busca de uma vitória para colar nos líderes do returno, mas acabou derrotado por 2 a 1 e, praticamente, se despediu da disputa pelo título da segunda fase da competição estadual de 2016. Em entrevista à rádio Eldorado, após o revés no estádio Renato Silveira, o presidente do Carvoeiro, Jaime Dal Farra, jogou a toalha, mas aproveitou para exaltar a atuação da equipe até o momento.

 – Perder nunca é bom, perder é ruim, ainda mais na maneira que foi. Tivemos um gol praticamente feito, o goleiro fez milagre onde era para a gente fazer os três pontos.

O tempo todo estávamos em cima. Viemos aqui para ganhar, estávamos em cima, mas não foi possível.

Está muito difícil a classificação, não vamos nos iludir – explicou. Apesar da matemática ainda permitir a conquista, Dal Farra não acredita na classificação.

A distância para Joinville e Chapecoense, que lideram a tabela, é de quatro pontos, e os dois times ainda entram em campo até o fechamento da sexta rodada. A meta agora, conforme o mandatário, é vencer as partidas restantes e terminar o torneio em uma boa colocação.

– Agora podemos ir até 18 pontos, ainda dá, mas é difícil. Está dentro do nosso planejamento.

Queríamos fazer um bom Campeonato Catarinense e fizemos. Na classificação geral estamos em segundo lugar ainda, vamos ver se conseguimos terminar em segundo, vamos buscar as vitórias, é a meta, já que o título não dá mais – finalizou.

Como abriu a sexta rodada do returno, o Criciúma descansa no sábado e domingo e acompanha os duelos dos rivais de longe. Na próxima rodada, vai buscar a reabilitação e encarar o Camboriú no estádio Heriberto Hülse.

A partida acontece no sábado, 9 de abril, às 16h.Confira mais notícias do esporte de Santa Catarina no GloboEsporte.

com/sc
.

Fonte: Globo Esporte