Nara avaliação do técnico Vanin, a goleada de 4 a 1 sofrida
pelo Cori-Sabbá contra o Flamengo-PI na abertura do returno do Campeonato
Piauiense não chegou a ser tão ruim, dadas as condições em que o time foi a campo,
com muitos jogadores do time titular que não foram regularizados a tempo. Para
o treinador, apesar do domínio do adversário, o Cori mostrou qualidades e deve
vir forte na briga contra o rebaixamento.
Dentro de campo, um Cori-Sabbá completamente dominado no
primeiro tempo viu o Flamengo-PI abrir 3 a 0 com menos de 30 minutos de jogo.

Na segunda etapa a equipe chegou a reagir, mas parou nas mãos do goleiro Paulo
Sérgio e não conseguiu diminuir a diferença para buscar o empate. Vanin credita
o resultado ruim à falta de vários jogadores que não puderam ser regularizados:
o time de Floriano foi a campo com apenas três jogadores no banco de reservas.

– Essa equipe que entrou em campo hoje só tem o Café, o
Walace, o Baiano, o Pedro e o Alan que são da equipe titular. A gente contratou
11 jogadores, mas não conseguimos colocá-los aptos a jogar a primeira partida.

O Flamengo-PI foi bem mais arrumado taticamente, porque a gente foi
surpreendido com a notícia de que os outros não poderiam jogar e não deu para
arrumar quase nada. Esse grupo que esteve aqui hoje foi bem dedicado, correram
bem, jogaram muito e tiveram oportunidade no segundo tempo de empatar a
partida, mas o Flamengo-PI teve o domínio – analisa Vanin.

+ Flamengo-PI abre vantagem, segura pressão do Cori e termina rodada na liderança

Com a goleada sofrida, o Cori termina a primeira rodada do
returno na lanterna. Fato que não desanima o treinador, que com a estreia dos
reforços espera uma equipe mais forte e com chances de reagir no campeonato, no
qual a situação é delicada.

– Agora já é passado e vamos pensar no Parnahyba, quando
todos vão estar em condição de jogo e nós vamos com força total para conseguir essa
meta de tirar esse time do rebaixamento – comenta o treinador.

No próximo sábado o Cori-Sabbá recebe o Parnahyba em
Floriano, no estádio Tibério Nunes, pela segunda rodada do returno.

A equipe
precisa da vitória para tentar ficar mais perto de sair da penúltima colocação
geral do estadual, o que os coloca na zona de rebaixamento para o próximo ano.
.

Fonte: Globo Esporte