Até os 40 minutos do segundo tempo, o São José FC estava sendo rebaixado para a Segunda Divisão Paulista. Isso por causa da derrota parcial para o Nacional por 3 a 2. Mas o volante Gabriel Silva acertou um belo chute aos 41 minutos e empatou para o Tigre do Vale em confronto realizado em São Paulo, no último domingo, 3 de abril.

O resultado não só livrou o São José FC do rebaixamento, como também colocou o rival São José Esporte Clube na Segunda Divisão Paulista, apontado como o último patamar estadual. Na temporada passada, o Tigre ficou na 11ª colocação na Série A3 do Campeonato Paulista, somando 29 pontos.

Neste ano, ficou em 14°, com 23 pontos, mesma pontuação da Águia. Mas nos critérios de desempate, os comandados de Pablo Fernandez levaram a melhor.

Foram sete vitórias contra seis. SAIBA MAIS: Cobertura da rodada final da Série A3O autor do gol heroico comemorou o tento marcado e destacou a emoção que sentiu.

– Foi uma emoção enorme. O zagueiro rebateu e consegui finalizar de
primeira.

Pela minha posição (volante) não estou
acostumado a fazer gols. Ainda bem que pude colaborar para evitar o
rebaixamento do clube – disse, em entrevista ao site da Federação Paulista de Futebol.

Apostando em um elenco jovem, muitas dúvidas surgiram em relação de como seria o desempenho dos atletas no campeonato. Será que aguentariam a pressão? O técnico chegou a pedir mais maturidade, mas fez questão de destacar a qualidade do grupo.

 Gabriel Silva é um dos jogadores que vieram do RB Brasil para o São José
dos Campos FC em acordo firmado entre as duas equipes para a disputa do
campeonato. O time do Vale do Paraíba recebeu cerca de 15 jogadores da
equipe de Campinas, além do técnico Pablo Fernandez, que treinou o Toro
Loko na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

.

Fonte: Globo Esporte