Em solo equatoriano para o duelo decisivo contra a LDU, pela Libertadores, Roger Machado ganhou uma boa notícia direto de Porto Alegre, nesta sexta-feira. Em meio aos atletas do elenco de transição, Miller Bolaños participou de atividade com bola, no CT Luiz Carvalho, e deu passo importante em sua recuperação de uma cirurgia na mandíbula, fraturada após cotovelada de William no Gre-Nal 409, no dia 6 de março. LEIA MAIS> Grêmio leva lições de Toluca contra a altitude> Bolaños inicia trabalhos físicos no vestiário> Miller Bolaños passa por cirurgia na mandíbulaO equatoriano se movimentou com naturalidade durante o trabalho e ensaiou passes e chutes a gol, em atividade técnica e de finalização.

Mesmo com a presença na atividade, ainda não está liberado para atuar pelo Tricolor.Bolaños retomou os treinamentos no último 22.

Então sem realizar exercícios com impacto, treinou nas bicicletas da academia, a fim de minimizar a perda de massa muscular. Com o retorno aos trabalhos com bola, antecipa a previsão médica, que projetava sua volta no dia 12 – próxima terça-feira.

 Principal reforço do Grêmio para a temporada, Miller foi submetido a cirurgia no último dia 10, para reconstruir a mandíbula, fraturada em duas partes. Após o procedimento, o jogador permaneceu em repouso durante 10 dias e teve de esperar cerca de duas semanas até poder ingerir alimentos pastosos ou sólidos.

O Grêmio presta apoio a Bolaños desde a lesão – além do clube, a esposa do jogador viajou para Porto Alegre. No primeiro jogo depois do ocorrido, o empate com o San Lorenzo, na Arena, a delegação desembarcou com uma camiseta com  a estampa #ForçaBolaños.

Na arquibancada, a torcida também levou cartazes e faixas com palavras de apoio para o atacante.Exame divulgado pelo Grêmio mostrou o queixo do jogador dividido após a pancada de William.

O jogador tem dois jogos e um tento anotado pelo clube.Confira todas as notícias sobre o esporte gaúcho em www.

globoesporte.com/rs
.

Fonte: Globo Esporte