Nove pontos ganhos em seis jogos, 50% de aproveitamento e a modesta sexta colocação na tabela das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2018. Fora da zona de classificação e até mesmo da repescagem ao fim do primeiro terço da competição, o Brasil atingiu na última terça-feira, após o empate por 2 a 2 contra o Paraguai (reveja os melhores momentos no vídeo abaixo), a sua pior campanha no atual formato do torneio. E a pressão seguirá sobre Dunga e seus comandados pelo menos até o início de setembro, data dos próximos compromissos da caminhada rumo à Rússia: Equador, fora, e Colômbia, em casa.

 A competição passou a ser disputada neste formato, todos contra todos em dois turnos, a  partir da classificatória para o Mundial de 1998. Desde então, a pior posição do Brasil após a sexta rodada havia sido na corrida para a Copa de 2010.

Naquela ocasião, algumas coincidências:  também sob o comando de Dunga, a Seleção tinha os mesmos nove pontos. Ocupava, no entanto, a quarta posição (relembre na tabela abaixo).

No sexto jogo, empate por 0 a 0 contra a Argentina e gritos pedindo a saída do treinador.- Pelo resultado, em uma situação adversa dentro do jogo, saímos um pouco mais confiantes.

Mas se você olhar a situação na tabela, fica preocupado. Vai ser difícil até o final.

Temos que estar com a cabeça tranquila, focada na Seleção. A melhor forma é voltar aos clubes e se preparar para que na próxima vez a condição seja melhor.

Sofremos muito nas bolas aéreas e isso não pode acontecer. Temos que receber as críticas e assimilar – disse o zagueiro Miranda na saída do Estádio Defensores del Chaco.

O empate no último minuto diante do Paraguai impediu uma situação ainda pior. Não fosse o gol de Daniel Alves e o Brasil terminaria a rodada na sétima posição.

– É complicado. Não queremos estar nesse lugar, o Brasil não merece estar nesse lugar.

Mas está tudo muito nivelado, embolado. Quem estava atrás venceu.

Esse um pontinho foi importante e nos colocou mais próximos deles. Não é o que a gente queria.

Pelas circunstâncias foi positivo – resumiu o goleiro Alisson, que fez pelo menos duas grandes defesas na partida.A seleção brasileira viajou para São Paulo na madrugada desta quarta.

A convocação para a Copa América Centenário, o próximo compromisso do Brasil, deve acontecer no fim de abril. 
.

Fonte: Globo Esporte